Leia também:
X A fé e a resiliência do povo brasileiro

Uma explicação didática sobre o tal teto de gastos

As irresponsabilidades de Lula têm provocado gigantescos estragos na economia

Marco Feliciano - 18/11/2022 18h21

Lula Foto: EFE/ Fernando Bizerra

Me perguntam: “Deputado, o que é esse tal de teto de gastos que tanto se fala desde a eleição do Lula?”. É simples. É só fazer um paralelo entre uma dona de casa que tem uma receita familiar e só pode gastar esse montante. Se ela ultrapassar o orçamento determinado acabará gerando uma bola de neve com dívidas impagáveis.

Mas veja, a simples menção de que não respeitaria o teto de gastos, como fez o presidente eleito Lula da Silva, agitou o mercado financeiro. Quase que na mesma hora, caíram drasticamente os investimentos, o dólar subiu, o que poderá provocar uma forte recessão.

Essa incrível irresponsabilidade de um político que, cada vez que abre a boca, provoca gigantescos estragos na economia, já provocou arrependimento em diversas personalidades do mundo econômico e empresarial por terem apoiado um desequilibrado para um cargo de tanta expressão.

Isso tudo é só o começo. Nossa economia vem de uma pandemia e uma guerra na Europa e apesar disso apresenta deflação. Que nada mais é do que uma inflação ao contrário. Isso faz bem para o poder aquisitivo dos mais pobres, pois mantém todos os projetos sociais em funcionamento; seja o auxílio emergencial que colocou 60 milhões de brasileiros anônimos na realidade da economia, com R$ 600 em 6 parcelas, com conta bancária e fora do mapa da fome. Seja os quase 24 milhões de pessoas no Auxílio Brasil com ênfase à mulher com filhos, vale gás, auxílio aos caminhoneiros e outros projetos mais. Tudo isso com mecanismos econômicos de privatizações, para uma máquina estatal enxuta, com corte de mais de 25 mil empregos públicos, sem furar o teto de gastos.

Finalizo pedindo a Deus que continue a olhar pelo nosso povo, e que nos dê forças para evitar um desastre que pode assolar nossa Nação, nestes tempos difíceis que se avizinham.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.