Setembro Amarelo e a luta contra o suicídio

A cada 45 minutos uma pessoa morre por suicídio no Brasil, precisamos falar sobre o assunto

Marco Feliciano - 09/09/2019 11h56

Alô, irmãos e amigos que com carinho me acompanham no Pleno.News. Peço atenção para falar sobre a campanha Setembro Amarelo que visa conscientizar as pessoas sobre a prevenção do suicídio. O mês foi escolhido em razão do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, celebrado todo ano em 10 de setembro, data definida pela Organização Mundial da Saúde.

A cor amarela representa a vida, a luz e o sol, simbolismo que reflete a proposta da campanha de valorizar a vida. O objetivo é conscientizar pessoas de todo mundo de que o suicídio pode ser evitado. Aqui em nosso país atuam o Centro de Valorização da Vida (CVV), o Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria.

Você sabia que a cada 45 minutos uma pessoa morre por suicídio no Brasil? No mundo esse número é ainda mais assustador, sendo uma pessoa a cada 4 segundos. Parece um assunto que não nos diz respeito, mas o círculo vai se fechando e realidade atinge a todos nós. Mais dia, menos dia podemos ser surpreendidos com novos casos em nossa própria família.

Quanto mais pessoas se inteirarem dos motivos e das medidas para se evitarem tristes desenlaces, poderemos criar mecanismos eficazes para atuar na prevenção eficaz do suicídio, principalmente entre jovens de 15 a 29 anos. A maioria dos casos de suicídios poderiam ser evitados se as pessoa tivessem acesso ao tratamento da doença que leva ao suicídio, uma maior atenção familiar e uma fé no Deus que lhe deu a vida.

Pessoas com tendência a tirar a própria vida manifestam vontade de morrer e tristeza excessiva. Sugiro que familiares e amigos procurarem assistência com um profissional da área de saúde mental, demonstrem maior atenção, carinho e finalmente uma assistência espiritual. Nela, sacerdotes usarão o Evangelho, ferramenta eficaz para valorizar a vida e passo importante para o equilíbrio emocional, formando um tripé fincado em alicerce sólido para a superação da falta de vontade de viver.

Aproveito para mandar um abraço a equipe Fique Vivo da Igreja Catedral do Avivamento de Orlândia que executa um excelente trabalho pela vida e prevenção ao suicídio.

Finalizo pedindo a Deus que olhe por nossos jovens e lhes conforte derramando as mais escolhidas bênçãos celestiais.

Marco Feliciano é pastor, foi reeleito Deputado Federal por São Paulo com quase 400 mil votos e preside a Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo