Leia também:
X 5 dicas para pais cristãos durante a quarentena

Satanás anda pelo mundo afetando mentes

As declarações do ex-presidente mostraram um inominável desrespeito à vida

Marco Feliciano - 21/05/2020 17h54

Ex-presidente Lula Foto: Folhapress/Marlene Bergamo

Alô, irmãos e amigos que me dão a honra de me acompanharem no Pleno.News. O mundo todo está em polvorosa com a pandemia do coronavírus. Governos se empenham em minimizar seus efeitos maléficos e líderes religiosos conclamam orações sem cessar como nos ensina a Palavra. Enfim, atitudes humanas de quem nunca perde a fé, mas infelizmente satanás também anda pelo mundo afetando mentes.

Em meio a tudo isso, o condenado e ex-presidiário Lula vem a público dizer “ainda bem que a natureza criou esse monstro chamado coronavírus“. Um inominável desrespeito à vida e às famílias que perderam seus entes queridos com o covid-19. Esse presidiário não deveria ter espaço na imprensa para esses desatinos de quem destruiu a economia do país em conluio com o famigerado Foro de São Paulo, que teima em botar suas garras de fora.

Mas o pior, ainda viria com seu pedido de desculpas, ficou pior a emenda do que o soneto. Iniciou o pedido de desculpas dizendo que foi “uma frase infeliz, não cabia”. Se parasse por ai teria sido digerível pelos seus zumbis seguidores, mas foi além e exaltou o “estado” como vetor para a solução de todos os problemas numa ênfase esquerdista que endeusa o estado em desfavor do ser humano, feito à imagem e semelhança de Deus. Portanto, perdeu mais uma chance de ficar calado e se recolher à sua insignificância.

Se tal frase fosse dita pelo presidente Jair Bolsonaro teria sido alvo de pelo menos mais alguns pedidos de impeachment, bem como seria matéria em jornais televisivos e editoriais da extrema imprensa.

O ex-presidiário esquece que sua ideologia comunista flerta com o genocídio desde sempre. E mais, que seu desgoverno somado ao de sua sucessora atrapalhada, saquearam os cofres públicos, impedindo milhões de brasileiros de terem acesso à saúde. Também esquece dos 14 milhões de desempregos deixados como herança para o governo Bolsonaro. Lembrando que desemprego gera pobreza, pobreza gera miséria, miséria gera fome e violência. Ele e seus asseclas podem se esquecer, mas nós brasileiros jamais esqueceremos!

Finalizo pedindo a Deus que continue iluminando nosso presidente Jair Bolsonaro contra essas pitonisas do apocalipse e derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor evangélico e vice-líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.