Leia também:
X O poder do jejum

Que o Ano Novo judaico seja doce e agradável!

Israel é um exemplo do que um povo unido é capaz de fazer

Marco Feliciano - 06/09/2021 18h05

Que o Ano Novo judaico seja doce e agradável! Foto: Freepik

Toda humanidade tem raízes em Israel. Deus escolheu seu povo e lhe deu seu patriarca Abraão. Há 5.782 anos começou uma história de glórias, muitas disputas e exemplos de vida, por meio da qual aprendemos que, para quem tem um Deus poderoso, os momentos difíceis sempre são superados e a vitória chega em toda sua plenitude.

Durante os 430 anos de cativeiro no Egito, a cultura judaica permaneceu viva; e, com Moisés, seu profeta, veio a libertação e o retorno para a terra prometida.

Muitas vicissitudes ainda sobrevieram, sendo a mais importante a Diáspora, nos anos 70 d.C. Mas, como povo escolhido e sempre fiel ao Deus de Abraão, Isaque e Jacó, recentemente, em 1948, Israel reconquistou seu território depois de 2.000 anos de espera. Com isso, deu início ao que nós conhecemos hoje como o moderno Estado de Israel.

Israel é um exemplo do que um povo unido é capaz de fazer, pois conseguiu formar um exército poderoso e praticamente invencível, mantendo, assim, a soberania e a segurança da nação por meio de disciplina e fé num Deus que a protege.

Todo o mundo deve a Israel muitas descobertas que mudaram a nossa história. Israelitas conquistaram quase 200 prêmios Nobel em diversas áreas. Graças às descobertas de cientistas judeus, milhões de vidas foram poupadas. E, na fé, o que dizer? Tivemos de legado o Livro dos livros, a Bíblia Sagrada.

Neste Ano Novo judaico, nós, cristãos, levantamos os olhos para os céus e proclamamos mais um ano de paz para Israel!

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.