Leia também:
X A Bíblia apresenta bons exemplos de empreendedorismo!

Que cartinha é essa em defesa da democracia?

Essa carta tem o mesmo sentido de uma carta em defesa a uma hipotética invasão de marcianos ao planeta

Marco Feliciano - 29/07/2022 18h46

 

A carta foi divulgada pela Faculdade de Direito da USP Foto: Divulgação

O país está estupefato com o anúncio do lançamento da “carta aos brasileiros”, aspas minhas. O idealizador dessa missiva é, nada mais nada menos, o senhor Josué Gomes, presidente da Fiesp. Ele é filho de José Alencar, que foi vice de Lula por oito anos. Isso é sinal claro de sua isenção e imparcialidade, às vésperas das eleições. Sim, uma iniciativa desse naipe confirma o desespero no qual boa parcela da sociedade empresarial e intelectual se encontra.

É bom lembrar que, durante décadas, essa parcela da sociedade empresarial e intelectual dominou com mão aberta os destinos de toda a nação. E que a nação, consequentemente, foi explorada por políticos inescrupulosos e uma academia aparelhada pelos partidos de esquerda apoiados pelas sanguinárias ditaduras comunistas de todo mundo, por meio do famigerado Foro de São Paulo.

São estes que subscrevem a carta que se encaixa no adjetivo pelo qual vem sendo conhecida: “cartinha”, pela insignificância dos signatários. E quem são eles? São advogados defensores dos réus da Lava Jato que tinham seus honorários em sete dígitos. Verdadeiros gênios do Direito, com livre trânsito, vestindo bermudas pelos corredores dos tribunais superiores. Ainda, intelectuais que passaram a vida defendendo pautas progressistas, mas vivem no luxo de suas mansões, por onde o povo humilde – que eles dizem defender – não passam nem na porta de suas casas, em ruas particulares ou condomínios nababescos. Também, banqueiros que multiplicaram seus lucros com taxas abusivas, as quais uma simples consulta ao saldo disponível custava muito do dinheiro suado do trabalhador.

Sim, essa carta em defesa da democracia tem o mesmo sentido de uma carta em defesa a uma hipotética invasão de marcianos ao planeta; pois, onde está o perigo iminente contra a democracia? Apenas na mente doentia de marxistas ateístas, que visam tomar o poder e implantar uma ditadura em conluio com empresários e banqueiros. Pois, estes tiveram seus lucros reduzidos pela instituição do Pix que facilitou a vida do cidadão, sem engordar o bolso de instituições que dominaram a economia durante décadas, num clube fechado em que se sobressaíam apenas cinco membros.

Os apoiadores dessa carta são os apoiadores dos institutos de pesquisas, verdadeiros “Mandrakes” que hoje anunciam uma dianteira de 18 pontos para o ex-presidiário que não pode sair às ruas.

Agora, carta verdadeira será aquela que será escrita pelo povo brasileiro no dia 7 de Setembro, na comemoração dos 200 anos da independência para solidificar a nova era iniciada em 2018.

Finalizo pedindo a Deus que proteja nosso país de regimes autoritários que solapam a dignidade humana e que derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.