Leia também:
X Em carta aos evangélicos, Lula roubou o papel da serpente do Éden

Preciso falar sobre a capa da Folha deste domingo

Afirmar que Bolsonaro ameaça a estabilidade constitucional é uma fake news monstruosa

Marco Feliciano - 24/10/2022 13h30

Não poderia deixar de comentar o editorial postado na capa da Folha de São Paulo, deste domingo (23), com o título de Ameaça autocrática. Pergunto: ameaça do quê, contra o quê ou quem?

Meu questionamento se faz necessário, porque o presidente Bolsonaro apanha durante quatro anos da imprensa, da oposição, da parte comprometida do Poder Judiciário, dos artistas e de parte da intelectualidade brasileira. Como resposta, ele apenas avisa para que não ultrapassem as 4 linhas do campo da Constituição. O que teimam em fazer constantemente.

O fato é que nosso presidente não tem tomado nenhuma atitude em reação a tantas agressões. Sendo assim, a direção desse jornal está divagando; ávidos de desejo para que o presidente reaja e eles possam dizer um grande e sonoro: “Não falamos?”.

No entanto, afirmar que nosso presidente ameaça a estabilidade constitucional é uma fake news monstruosa, digna de uma reação imediata do TSE. Fica aqui o alerta ao excelentíssimo ministro Alexandre de Moraes; pois jornaleco com essa classe, merece registro no rodapé da História.

Quando pensamos que ignominiar é um verbo transitivo, esse ex-grande jornal prova que Gramsci estava certo; pois, acusam do que eles estão cheios: de opiniões maldosas que visam virar a eleição, para aquele que o povo grita nas ruas: “Mito, mito, mito!”. E que esse mesmo povo repudia quem está contra aquele que já mostrou a que vem e não deixará pedra sobre pedra!

Finalizo pedindo a Deus que nos livre desses “defensores da democracia” à lá cubana e venezuelana e seus assemelhados.

Capa da Folha de S.Paulo deste domingo

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.