Leia também:
X A divisão dos crentes radicais

O engano da água como um bem inesgotável

O futuro do mundo em relação à água potável é meio sombrio

Marco Feliciano - 20/09/2021 11h20

O engano da água como um bem inesgotável Foto: Agência Brasil/EBC

Estamos atravessando a maior estiagem dos últimos 90 anos. Água é vida. Dependemos dela para uso doméstico, para a lavoura e para mover as hidroelétricas. Com sua escassez, é necessário trocar a matriz energética para a geração de energia elétrica pelas usinas termoelétricas movidas a diesel, onerando os custos, que, obrigatoriamente, são repassados ao consumidor final. Assim, o governo tem promovido campanhas publicitárias para diminuir o consumo e, sobretudo, evitar os desperdícios.

Fomos acostumados a pensar que a água é um bem inesgotável. Isso é um engano! Em todo o mundo, as mudanças climáticas já acendem a luz vermelha do perigo do desabastecimento. Mas, se soubermos usar bem essa fonte de vida, poderemos minimizar os resultados ruins e atravessar a época de seca com menos racionamento, até que venham as estações de chuva e, quiçá, os reservatórios se normalizem.

Nosso país é privilegiado em recursos hídricos. Mas o futuro do mundo em relação à água potável é meio sombrio, e a ciência ainda não tem estudos que apontem como reparar os grandes estragos feitos e o desperdício hídrico que o mundo moderno ocasionou – afinal, um simples vazamento hidráulico pode mandar para o ralo milhares de litros desse precioso líquido.

Finalizo agradecendo a Deus por nos ter concedido a bênção do aquífero Guarani, o maior do mundo. Que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais sobre todo povo brasileiro!

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.