Leia também:
X Lições que o filme de Natal de Leandro Hassum traz à Porta dos Fundos

O Brasil está trabalhando para vacinar 220 milhões de brasileiros

Autoridades brasileiras da área da saúde estão atentas

Marco Feliciano - 10/12/2020 13h50

O governo está trabalhando em prol da vacina Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O assunto em pauta no momento em todas as mídias é a aprovação das vacinas contra a Covid-19. Elas pululam nos mais diversos laboratórios mundiais. De acordo com o ministro da Saúde Eduardo Pazuello, nenhum laboratório conseguiu – até agora – aprovação dos testes das vacinas para uso humano. O governo britânico, usando a vacina da Pfizer-BioNTech, se adiantou. Seguindo vários protocolos, o país iniciou a vacinação de sua população, começou pelos profissionais de saúde, moradores de asilos, idosos, até conseguir atingir toda população.

Autoridades brasileiras da área da saúde estão atentas a todos os avanços na área da eficácia das vacinas. Assim, em momento oportuno, vão adquirir as vacinas que apresentarem melhor eficácia a um menor custo.

Não precisamos de estrelismo, pois, o que importa é o melhor atendimento da população. Isso deve ser gerido por quem, de acordo com a lei, tem a primazia de decidir o que vem aos anseios de um povo ordeiro e que confia em suas autoridades. Todo o aparato de escolha de compra e de logística das vacinas é de responsabilidade única do Ministério da Saúde. É ele que através da Anvisa, órgão do Governo Federal, mas com atuação independente, analisará todos os pedidos de aprovação para uso humano das principais vacinas em desenvolvimento acelerado no mundo.

Não adianta governadores tentarem protagonizar a aprovação de vacinas. Eles dependerão de verbas federais que já estão disponibilizadas, mas com a devida cautela para que não haja envolvimento de laboratórios que estão acusados de pagarem propina na China para liberação de vacinas.

Finalizo parabenizando o ministro Eduardo Pazzuelo pelo equilíbrio que tem demonstrado como gestor sério e ótimo administrador de crises. Pazuello está preparando a logística para o tamanho da missão de vacinar 220 milhões de brasileiros.

Que Deus derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Servidores da Anvisa dizem que não servem a interesse político
2 Governo anuncia compra de 70 milhões de doses da Pfizer
3 Vacina chinesa será submetida à Anvisa para uso emergencial
4 Governo pretende vacinar toda população em 2021, diz Pazuello
5 Anvisa aprova regras para o uso emergencial de vacinas da Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.