Leia também:
X Justin Bieber e o cuidado com quem fala de Deus

Nunca antes se assistiu uma festa cívica de tamanha envergadura

O povo sabe o simbolismo desta comemoração

Marco Feliciano - 08/09/2022 18h12

Alô, amigos! Inicio hoje com um “nunca antes neste país” se assistiu a uma festa cívica de tamanha envergadura. Neste 7 de Setembro, milhões de pessoas, graciosamente, com um espírito cívico exacerbado, num verdadeiro clima de Copa do Mundo, caminharam juntas em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil.

Vimos famílias lindas com suas crianças, país, avós: todos num congraçamento cívico carregando as cores verde e amarelo com a felicidade estampada no rosto. Lado a lado, se irmanando tirando fotos com policiais militares.

Nos atos dos quais participou o presidente Jair Bolsonaro, junto da primeira-dama dona Michelle, ele se dirigiu ao povo como um verdadeiro chefe da Nação. Amigo de todos e que, de forma descontraída, valorizou a família aconselhando aos jovens a também formarem famílias. Um exemplo de verdadeiro apego aos princípios cristãos.

O povo, em sua sabedoria, sabe o simbolismo desta comemoração; pois, além da data festiva, essa é a única oportunidade que temos de resgatar nossa cidadania e nossos símbolos que estão sendo manipulados pelas esquerdas como únicos representantes da nação. Estes se expressam debaixo da falsa defesa da democracia, título que usam com o objetivo de tomarem o poder. Após isso, vem as malversações de poder e sem percebermos poderíamos hoje estar numa “venezuelização” acelerada. Porque hoje, a esquerda está numa abstinência de poder.

Agora, quem viveu de perto esses momentos únicos, do Dia da Independência, que tomou conta de todo o Brasil e, como eu, recebeu informações de cidades pequenas onde as pessoas também saíram às ruas para engrossar esse coro de “viva o Brasil” teve marcado no coração a gratidão a Deus por olhar pelo nosso país com Seus olhos misericordiosos.

Finalizo agradecendo a Deus por ter nos proporcionado esse congraçamento nacional entre todo povo de bem desta nação. E peço que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo o povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Ex-ministro do STF não vê crime de Bolsonaro no 7 de Setembro
2 Genial/Quaest mostra Bolsonaro com 37% e Lula com 36%, em SP
3 TSE: Ministro nega pedido para investigar financiamento de ato
4 Monark acha "estranho" Lula não arrastar militantes às ruas
5 Bolsonaro após festejos: "Lutarei até o fim da minha vida"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.