Globolixo ataca novamente: Beijo gay entre adolescentes

Essa agressão atinge justamente àqueles que não têm maturidade para discernir o que é melhor para si

Marco Feliciano - 04/10/2018 16h03

Alô, irmão e amigos que me acompanham aqui no Pleno.News. Já repararam que quanto mais limpamos a podridão, mais ela teima em aparecer?

Viemos durante tantos anos combatendo os ataques vis aos nossos jovens, mas a Rede Globolixo de Televisão insiste em tentar nos contaminar. Seu último ato, tal qual um bicho de peçonha que encurralado se inocula com o próprio veneno, foi na tarde desta quarta-feira (3): um beijo gay entre dois rapazes, em horário infantojuvenil.

Beijo gay exibido na novela Malhação: Vidas Brasileiras Foto: Divulgação

A emissora age assim por saber que seu império corre perigo iminente com a corrente de civilidade que se aproxima agora, nestas eleições; onde o povo escolherá políticos conservadores para dirigirem nossa Nação. Esse beijo nada mais foi do que uma pá de cal em sua própria sepultura, mas infelizmente aconteceu com a anuência criminosa dos órgãos controladores que julgam ser o horário apropriado.

Mas não é apropriado, pois não vejo para quê expor nossas famílias a mais esse descalabro. Nem preciso repetir que não é nada pessoal, cada um na sua intimidade é livre nos seus atos; mas uma criança não tem maturidade para discernir o que é melhor para si. Então, quando a agressão vem da toda – e espero, por pouco tempo ainda – poderosa Rede Globo de Televisão, atinge, justamente aos mais humildes por se tratar de uma rede de TV aberta. E esses humildes atingidos se tornam suscetíveis a serem reorientadas em costumes alheios à sua própria formação cultural e familiar.

Fico me perguntando se essas abordagens são falta de assunto, ou uma orquestrada e maquiavélica ideia para a destruição da base familiar, com a finalidade de criar bestas-feras, sem sentimentos que poderiam contribuir para um mundo mais humano, no qual a família vem em primeiro lugar como um santo refúgio, herança divina.

Finalizo reiterando que devemos continuar a divulgar um grande boicote a essa Rede de TV e a seus patrocinadores.

E peço a Deus que derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais sobre todos os nossos adolescentes.

Marco Feliciano é pastor, foi reeleito Deputado Federal por São Paulo com quase 400 mil votos e preside a Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.
  • Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 97150-9158 e envie sugestões direto para a redação.