Leia também:
X Apenas por um momento

George Soros, Felipe Neto e a Nova Ordem Mundial

Querem a liberalização das drogas e do aborto e a ideologia de gênero

Marco Feliciano - 14/07/2021 14h29

George Soros Foto: EFE

Assuntos complexos são difíceis de abordar quando o espaço de que dispomos tem de ser bem aproveitado. Então, vou falar da Fundação Open Society, do megainvestidor húngaro-americano George Soros, uma verdadeira hidra, da mitologia grega, com corpo de dragão e várias cabeças de serpente.

Para resumir a atuação dessa fundação internacional de filantropia, é importante destacar que ela apoia financeiramente grupos da sociedade civil no mundo inteiro, tem ramificações em 37 países, sua sede fica em Nova York e exerce influência em diversas áreas: saúde, educação e imprensa.

A Open Society, sob a máscara da filantropia, coopta para seus quadros pessoas influentes nos locais onde atua. Na realidade, essa é a nova ordem mundial que visa socializar o mundo. Para isso, prega a liberalização das drogas e do aborto e a ideologia de gênero.

Em nosso país, a Open Society tem ligação com o magnata da cerveja Jorge Paulo Lemann, que oferece estudos no exterior a jovens brilhantes. A deputada federal Tabata Amaral, por exemplo, formou-se em Harvard com esses recursos. E, por uma estranha coincidência, ela avança sobre o ramo da Educação adquirindo controle de redes de ensino fundamental, onde poderá adequar o currículo às normas da fundação.

Recentemente, um dos maiores influenciadores juvenis, o youtuber Felipe Neto, também se uniu à Open Society.

Além disso, já foram organizados jantares com George Soros, com a presença do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e vários empresários de peso em nossa economia.

De todos os milhões de dólares distribuídos a mais de 500 ONGs pelo mundo, não há registro de um centavo sequer destinado a igrejas, pois os princípios da Open Society não se coadunam com os valores cristãos.

Sendo assim, o que faço aqui é um alerta a nossos irmãos desavisados sobre a pretensa inocência das doações dessa instituição que nada mais são do que anzóis lançados para escravizar o povo desprevenido com doutrinas materialistas.

Finalizo indicando para reflexão desses “milionários de ocasião” o texto em Lucas 16:24: “E clamando, disse: Pai Abraão tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe na água a ponta de seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nessa chama”.

Que Deus derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais sobre todos os cristãos!

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Financiados por Soros no Brasil vão de ONGs pró-aborto a FHC
2 Soros critica Bolsonaro e doa R$ 26 milhões a ONG brasileira
3 Visando o Brasil, Soros doa R$ 5 milhões a governo do PCdoB
4 George Soros declara guerra contra políticos conservadores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.