Leia também:
X Tudo posso naquele que me fortalece

Brasil terá recorde de 252 milhões de toneladas de grãos

A marca confirma o título de celeiro do mundo

Marco Feliciano - 12/07/2020 10h03

Devemos enaltecer o trabalho árduo e bem sucedido do agronegócio no Brasil. Em tempos difíceis de pandemia conseguiram manter todas a etapas de produção. Com a ajuda de Deus, que manteve o bom tempo necessário a uma boa safra, o agro fechará 2020 com chave de ouro.

Este ano, de acordo com previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nosso país baterá recordes de produção de grãos, atingindo a cifra de 252 milhões de toneladas. Isso é o suficiente para alimentar 1 bilhão e 200 milhões de pessoas. O recorde confirma o título, que orgulhosamente ostentamos, de celeiro do mundo.

Mas, tudo isso tem um alto preço político. Concorremos com o agronegócio europeu, altamente subsidiado pelos governos locais. Eles usam o argumento da proteção ambiental para pressionar nossas autoridades ameaçando acordos internacionais. Tudo com a única finalidade de proteger seus agricultores.

O governo do presidente Jair Bolsonaro determinou às autoridades da área econômica que oferecessem créditos vantajosos a nossos produtores rurais. A iniciativa se mostrou acertado com a supersafra que nós fomos brindados, minimizando o efeito nocivo da crise causada pelo coronavírus.

Finalizo agradecendo a Deus por essa dádiva e peço que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todos agricultores do nosso país.

Marco Feliciano é pastor evangélico e vice-líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.