Leia também:
X #16 Cristão pode casar de novo?

Bolsonaro tem aprovação recorde; rejeição cai 10 pontos

Uma prova inequívoca que o governo está no caminho certo

Marco Feliciano - 14/08/2020 15h22

Os fatos políticos são tão dinâmicos que mesmo quem vive dentro das lides sempre tem motivos de surpresa. Cabe a máxima do “quem viver verá”. Tão rápido como o vento estamos experimentando o sabor da vitória, me refiro à manchete de capa da Folha de S. Paulo de hoje: “Bolsonaro tem aprovação recorde; rejeição cai 10 pontos”. É uma prova inequívoca que o governo está no caminho certo, sendo pavimentado para a reeleição. O presidente conseguiu que até os adversários sejam forçados a admitir a realidade. E na minha concepção, a aprovação ultrapassa os 70%.

Bolsonaro tem postura de estadista, tanto que enviou o ex-presidente Michel Temer a uma ação humanitária ao Líbano. Isso mostra honra à grande comunidade libanesa no Brasil, a maior fora do Líbano e que colaborou enormemente com a nossa cultura.

Outro ponto foi o embate à epidemia do coronavírus encarada de frente. Com coragem, o presidente enfrenta grupos econômicos na área da saúde que ainda hoje relutam em aceitar a cloroquina como tratamento na fase inicial da doença. O uso da medicação poderia impedir muitas mortes, o que está plenamente comprovado por fatos e testemunhos de cura em larga escala.

Quase dois anos sem nenhum caso de corrupção faz com que o povo sinta a diferença quando as verbas públicas são encaminhadas de forma espartana, sem desvios para quadrilhas incrustadas nos órgãos públicas.

Mais de 20 mil obras que estavam paradas, agora estão num ritmo acelerado de inaugurações frequentes em todo Brasil.

Finalizo agradecendo a Deus que ilumina nossas autoridades pelo bem comum. Que Ele derrame às mais escolhidas bênçãos celestiais a todos.

Marco Feliciano é pastor, deputado federal por São Paulo e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.