Leia também:
X Martinho Lutero, o cisne de Deus que ascendeu aos céus

As manifestações são um desabafo da população

Os manifestantes se portaram com serenidade durante horas sob chuva

Marco Feliciano - 03/11/2022 12h15

Manifestantes no Palácio Duque de Caixas, no Rio de Janeiro Foto: Pleno.News

Nosso presidente Jair Bolsonaro se dirigiu à Nação na tarde desta quarta-feira (2) e como estadista que é, conclamou a todos os brasileiros que estariam ainda bloqueando estradas, que permitissem a passagem de veículos, garantindo assim o direito de ir e vir. Ele ainda comentou sobre as manifestações de milhões de pessoas às ruas de forma pacífica, com solidariedade.

Essas manifestações foram um desabafo contra o candidato eleito presidente da República, após este ter cumprido um ano e meio de prisão. Da qual não se contestou a legitimidade da condenação, apesar de ter sido anulada por decisões ulteriores.

Devemos dar crédito aos manifestantes pela serenidade com que se portaram durante horas sob chuva, com crianças, idosos, enfim… o melhor do extrato social de nosso país.

E, atendendo ao apelo do nosso presidente, aos poucos o trânsito nas rodovias vai voltando ao normal, mas a angústia da sensação de impotência permanece.

Aproveito para lembrar: temos um lapso de quatro anos até as próximas eleições, nas quais poderemos, novamente, escolher um representante que se coaduna com a renovação do Congresso Nacional com maioria conservadora. A Bíblia Sagrada nos ensina que o tempo de Deus é diferente do tempo dos homens e devemos ter serenidade para aguardar no tempo do Senhor.

A reação de grande parte da população de nosso país demonstra que o novo governo terá uma oposição aguerrida impedindo ações políticas que visem mudar o status conservador de nossas tradições cristãs. Para isso contamos com nossos parlamentares recém-eleitos; nos quais me incluo; tais quais atalaias vigilantes.

Finalizo pedindo a Deus paz para o nosso povo, e que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo o povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Bloqueios em rodovias caem para 86 nesta quinta, diz PRF
2 Polícia prende motorista que atropelou manifestantes em SP
3 Cássia Kis ajoelha e reza em ato diante do Comando Militar no RJ
4 Bolsonaro pede desobstrução de rodovias, mas elogia outros atos
5 Atos por intervenção ocorrem em ao menos 10 estados e no DF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.