Leia também:
X Mentiras profissionais. Você está preparado?

A revista Time hoje é porta-voz da esquerda mundial

A jornalista omitiu que o "exílio político" de Lula foi numa cela da Polícia Federal

Marco Feliciano - 05/05/2022 15h15

Lula, em 2019, na Polícia Federal, em Curitiba Foto: EFE/ ISABELLA LANAVE

A Bíblia Sagrada nos ensina: “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca” (Mateus 15:11). E também: Até o insensato, quando se cala, é tido por sábio; se fica de boca fechada, passa por inteligente” (Provérbios 17:28). Já nós, do interior, costumamos dizer que “o peixe morre pela boca”. Portanto, o que quero dizer é que ficar calado é algo sábio.

Isso posto, quero comentar as recentes notícias vindas da terra do Tio Sam. Elas nos dão conta das incontinências verbais do ex-presidiário, em entrevista à decadente revista Time, hoje, porta-voz da esquerda mundial.

A entrevistadora, figurinha carimbada da esquerda, assessorada por brasileiros “isentos e ilustres” – entre eles destaco Guilherme Boulos -, afirmou que o ex-presidiário viveu um “exílio político”. O que ela omitiu foi que tal exílio se deu numa cela da Polícia Federal com escolta armada. Ela também escreveu que esse ex-presidiário é “o maior líder político do Brasil”. Mas também se esqueceu de contar que ele não pode ir às ruas sem ser “ovocionado”.

Agora, entre as falas do entrevistado se destaca a agressão gratuita ao líder ucraniano Volodymyr Zelensky como corresponsável pela guerra com a Rússia. Numa absurda comparação entre o agressor assassino e a vítima que conta milhares de mortos inocentes.

Diante das críticas, seus correligionários, membros da seita lulopetista, dizem que estamos com inveja da capa da revista estampando a figura do chefe da maior organização criminosa de que se tem notícia. Aquela que desviou bilhões de dólares para repúblicas socialistas totalitárias. Parece cômico, se não fosse trágico.

Hoje, em todas as mídias, até seus aliados criticam tanto destempero. E prometem segurar seus ímpetos verbais para que não se torne um bumerangue que atinja sua própria campanha; que, já não vai bem, com o recente escândalo de Daniela Mercury ter sido paga para fazer comício com dinheiro público.

Finalizo pedindo a Deus que nos livre de maus brasileiros, que denigrem a nossa imagem no exterior. E que ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todos.

Marco Feliciano é pastor e está em seu terceiro mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Imprensa estrangeira repercute falas de Lula sobre Ucrânia
2 Ucrânia pede reunião com Lula após críticas a Zelensky
3 Embaixada da Ucrânia diz que Lula está "mal-informado"
4 Após matéria, repórter da Time agradece a Boulos e Felipe Neto
5 Heleno: "A Time menospreza a inteligência dos brasileiros"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.