Libertadores terá brasileiro na final deste ano

Palmeiras, Grêmio, Flamengo e Internacional estão do mesmo lado da chave

Marcelo Penido - 02/08/2019 08h38

O Grêmio venceu o Libertad por 3 a 0, nesta quinta-feira (1º), garantiu vaga na próxima fase da Libertadores da América. Ele vai enfrentar o Palmeiras nas quartas de final da competição. O resultado assegurou que o Brasil voltará a ter um representante na final do principal torneio continental depois de ver os argentinos River Plate e Boca Juniors disputarem a final de 2018. Isso porque além de Grêmio e Palmeiras, Flamengo e Internacional ocupam o mesmo lado da chave, o que necessariamente levará uma equipe brasileira à final da Libertadores, no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile.

O jogo entre Grêmio e Palmeiras tem história na Libertadores. Em 1995 as duas equipes disputaram as quartas de final num confronto recheado de gols: na partida de ida, em Porto Alegre, vitória de 5 a 0 do Grêmio; no jogo de volta o Palmeiras venceu em São Paulo por 5 a 1, e acabou eliminado pelo tricolor. Sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o Grêmio conquistou o bicampeonato da Libertadores, naquele ano, hoje o treinador defende as cores do rival.

Quem também garantiu vaga nas quartas de final, mas da Copa Sul-americana, foi o Corinthians, que voltou a vencer o Montevideo Wanderes, dessa vez por 2 a 1, fechando o confronto com 4 a 1 no placar agregado. O Timão vai encarar o Fluminense na próxima fase do torneio. Quem levar a melhor no duelo vai encarar o vencedor de Independiente, da Argentina, e Independiente del Valle, do Equador, na semifinal da Sula.

Se Flamengo, Palmeiras e Corinthians vinham se destacando na janela de transferências internacionais, o São Paulo mostrou que não está de brincadeira e trouxe o maior reforços dos últimos tempos do futebol nacional. O tricolor acertou com o Daniel Alves, capitão da seleção brasileira e recordista de títulos no futebol em todos os tempos. O lateral-direito de 36 anos tem nada mais, nada menos do que 40 troféus em 19 temporadas como profissional, uma média impressionante de duas conquistas por ano. Dani Alves é são-paulino de coração e estava sem clube após o término do contrato com o Paris Saint Germain, da França. Ele topou vestir a camisa tricolor após o clube apresentar um projeto longo para o jogador, que vai assinar contrato até 2022, de olho na Copa do Mundo do Catar.

Marcelo Penido é jornalista especializado em Gestão, Marketing e Direito Esportivo com passagens pelas rádios CBN, Globo e Tupi e pela TV Band News. Filho do locutor Luiz Penido, nasceu no meio do futebol e é apaixonado pelo esporte. Nesse espaço vai falar sobre o dia a dia dos principais clubes do Brasil.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo