Athletico sai na frente do Inter por prêmio final de R$ 64 milhões

Até agora os dois times já garantiram pouco mais de R$ 12 milhões de premiação

Marcelo Penido - 12/09/2019 00h51

A Copa do Brasil é a competição mais rentável do país, paga nada mais, nada menos que R$ 52 milhões ao campeão. Somando a grana acumulada fase após fase os finalistas já embolsaram R$ 12,35 milhões, e quem vencer, portanto, vai levar ao todo R$ 64,35 milhões.

Para se ter uma ideia do quanto a Copa do Brasil é lucrativa para o campeão vamos tomar por base o Campeonato Brasileiro: quem vencer a principal competição do país em 2019 vai receber R$ 33 milhões de premiação, quase metade do valor do prêmio pago ao campeão do mata-mata.

Até o ano passado a Copa do Brasil pagava mais que a própria Libertadores da América, maior competição do continente, mas esse ano a Libertadores pagará o prêmio recorde de R$ 74 milhões.

E é justamente por isso que Athletico-PR e Internacional não escondem que a Copa do Brasil é a prioridade na temporada, sem falar que o campeão ainda garante vaga na Libertadores do próximo ano.

A vitória de 1 a 0 do Athletico-PR no primeiro jogo da final, não é apenas um grande passo para conquistar um título importante para o Furacão, é a esperança de ter um 2020 com maior fluxo de caixa e possibilidade de investimentos mais altos. O gol de Bruno Guimarães deu ao Athletico a chance de jogar pelo empate, quarta-feira que vem, em Porto Alegre, e pode valer exatos R$ 52 milhões.

Marcelo Penido é jornalista especializado em Gestão, Marketing e Direito Esportivo com passagens pelas rádios CBN, Globo e Tupi e pela TV Band News. Filho do locutor Luiz Penido, nasceu no meio do futebol e é apaixonado pelo esporte. Nesse espaço vai falar sobre o dia a dia dos principais clubes do Brasil.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo