Fé e Copa do Mundo: O futebol e a arte de viver a vida

"O futebol é bonito, porque imita a harmonia do mundo criado por Deus"

Luiz Sayão - 14/06/2018 12h44

O futebol é arte! É pura sinfonia! Um jogo é música para os olhos. O estádio é o grande teatro, e os músicos são 22 artistas, que com muito talento e maestria encantam milhões de torcedores de todo o mundo. A arte imita a vida! O futebol é bonito, porque imita a harmonia do mundo criado por Deus. O verde do gramado lembra as belas florestas, o movimento sincronizado dos jogadores fala que o universo de Deus funciona num esquema tático perfeito, sem falhas. E é por isso que ainda estamos vivos!

A torcida multicolorida faz-nos pensar na diversidade da criação. São tantos pássaros coloridos, tantos mamíferos diferentes e muitos outros animais que revelam o poder e a grandeza de Deus. “Quantas são as tuas obras, Senhor! Fizeste todas elas com sabedoria! A terra está cheia de seres que criaste” (Salmos 104:24).

E o coro da torcida que comemora cantando nos faz ouvir o canto das aves e das estrelas que nos provam que Deus, além de Criador, é o maior artista de todos. O talento divino está presente no ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus. Por isso, vemos tanta genialidade nos mestres do talento.

A história das copas está cheia de exemplos de mestres do “trato com a bola”. Nomes como Puskas (o gênio húngaro de 54), Fontaine (o artilheiro francês de 58), Bob Charlton (o inglês de 66), Gerd Müller (o alemão, artilheiro de todas as copas), Eusébio (pantera negra de Portugal em 66), Oleg Salenko (o russo que fez 5 gols num só jogo em 90), os inesquecíveis artilheiros brasileiros Romário (94) e Ronaldo (98), sem falar do francês Zidane (2006) e do argentino Messi (2014), e dos eternizados Maradona e o rei Pelé.

É isso aí! A vida é bela como o futebol! O Deus de toda a harmonia criou todo o belo universo, o talento humano e a gostosa capacidade de apreciar tudo isso! É impressionante! Portanto, desfrute, comemore e agradeça. Afinal foi Deus quem nos deu a vida, a vida gostosa de ser vivida!

Luiz Sayão é professor em seminários no Brasil e nos Estados Unidos, escritor, linguista e mestre em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela Universidade de São Paulo (USP).

Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158