CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Opinião Elaine Cruz: Celebrando a Páscoa

Opinião JR Vargas: A centralidade de Cristo na Páscoa

O sentido da Páscoa é Cristo, e sem Ele, ela não pode ser entendida

JR Vargas - 29/03/2018 11h30

Qual o sabor da Páscoa para os cristãos?

  • O sabor da Páscoa, para os cristãos, é o da vitória de Jesus sobre a morte.
  • A festa é de celebração pela estrondosa conquista de Cristo ao decretar a morte da morte.
  • Da nossa hinologia brotam poemas que cantam: “Cristo já ressuscitou! Aleluia! Sobre a morte triunfou! Aleluia! Tudo consumado está! Aleluia! Salvação de graça dá! Aleluia!”

O que deve vir à memória na Páscoa dos cristãos?

  • A Páscoa cristã traz à memória o ministério de Jesus:
    sua pregação transformadora, sua entrega absoluta, sua prisão, tortura e morte; mas não para por aí, caminha um pouco mais com o clímax dessa peregrinação: a sua ressurreição.

Qual o sentido da Páscoa cristã?

  • O sentido da Páscoa é Cristo, e sem Ele, ela não pode ser entendida.
  • Veja a Páscoa a partir de Cristo. O cordeiro oferecido é Ele. O sangue nas portas é Dele. A liberdade é por meio Dele. Sem ele não há Páscoa.
  • Jesus se entregou à morte para que a vida nos alcançasse.
  • Por nossos próprios meios não chegaríamos à vida. Por essa razão, ele foi morto, para que o seu sangue vertido na cruz nos lavasse de todo o pecado e nos redimisse.
  • A história da redenção tem seu ponto alto na ressurreição. Aliás, esse princípio deve nortear a nossa caminhada de fé. Quem se esquece da ressurreição corre o risco de mergulhar na fria religiosidade, que se desconecta da questão transcendente, e no materialismo religioso, que se atém somente a essa vida.

Conclusão:

  • A centralidade de Cristo na Páscoa trabalha em nós a razão para viver.
  • Em I Coríntios 15:19 está escrito: “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens”.
  • Nossa esperança ganhou níveis ilimitados a partir de Cristo e a sua ressurreição. A Páscoa nos faz celebrar a esperança em Cristo, como diz o cântico: “por que ele vive posso crer no amanhã”.
  • A declaração, registrada em Lucas 24:6, é ainda hoje lembrada a todos os que visitam o “Jardim da Ressurreição”, em Jerusalém: “Ele não está aqui, mas ressuscitou”.
  • O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo destruiu a morte e por meio Dele a salvação é uma verdade que nos enche de alegria e paz.
  • O plano de redenção foi integralmente cumprido. “Está consumado”.

A Páscoa é uma ótima oportunidade para agradecer a Deus pela vida em abundância, hoje, pela vida eterna, amanhã, e pela salvação, para sempre. Feliz Páscoa!

JR Vargas é pai do Lucas Campos Vargas; Pastor Plantador da Igreja Presbiteriana das Américas, na Barra da Tijuca, RJ; Radialista, Apresentador do Debate 93, da Rádio 93FM; Escritor; Graduado e Pós-graduado em Comunicação Social e Teologia.