Opinião Josué Gonçalves: Mantenha o seu “burrinho emocional” desativado

Todos nós temos um “burrinho emocional” que precisa ser mantido desativado se quisermos construir e manter um relacionamento a dois saudável e feliz

Josué Gonçalves - 17/03/2018 08h00

Querido leitor do Pleno.News, estarei hoje e nas próximas semanas tratando do tema: Inteligência Emocional no Casamento. É importante agirmos com sabedoria em nossos relacionamentos, ainda mais no relacionamento a dois.

Lembre-se: “Quem pratica a mansidão sempre sai ganhando porque tem as rédeas das suas emoções nas mãos” (Mateus 5:5). E, “O grito começa quando termina a inteligência”(Scott Johnson).

Ninguém pode fazer isso por você. Aprenda a contar até cem, antes de responder aos estímulos e às provocações. Respostas precipitadas sempre destroem em vez de construir. Não faça tempestade com as pequenas manias, não sucumba à lei do capricho, seja flexível! Não vá para a cama aborrecido(a). A ira não pode ser guardada, é lixo emocional! Por essa razão, de vez em quando, faça uma higienização no relacionamento, jogando fora o resto de lixo do casamento. Lembre-se: “a resposta branda desvia o furor, mas as palavras duras despertam a ira” (Provérbios 15:1).

Todos nós temos um “burrinho emocional” que precisa ser mantido desativado. Eu vou citar aqui uma relação de sentimentos negativos que podem ser evidências de que o “burrinho emocional” está ativado. Faça uma autoavaliação. Esse texto está inserido na carta de Paulo aos efésios: “Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmia, e bem assim toda a malícia” (Efésios 4:31,32).

Não é difícil manter o “burrinho emocional” desativado. Faça esse exercício a partir de hoje: nunca responda com base no que você está sentindo, mas, sim, em princípios. Dependendo do momento, se você responder com base no que está sentindo, faz bobagem, diz besteiras, ofende, machuca, destrói, perde, e muito. Não seja apenas inteligente, seja sábio. Os sábios têm as rédeas das suas emoções nas mãos, por isso, pensam antes de responder e respondem com sabedoria. Após ouvir, responda tendo como base de seu argumento princípios, e não sentimentos.

A Bíblia adverte: “Enganoso é o coração, e perverso e corrupto; quem o conhecerá” (Jeremias 17:9).

Na maioria dos casos, as emoções são péssimas condutoras de ideias; se você se guiar pelos sentimentos pode cometer erros, ofendendo, machucando, abrindo chagas, destruindo caminhos de inter-relacionamentos antes abertos, fechar canais de comunicação, lançar raízes de amargura e de mágoas que, com toda a certeza, darão mais trabalho para serem removidas. A Bíblia ensina: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” (Provérbios 25:11). Lembre-se: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” ( Provérbios 15:1), ou seja, “ativa o burrinho emocional”. Portanto, cuidado!

Dobradiças sem óleo X dobradiças com óleo

Num quarto modesto, o doente grave pedia silêncio. Mas a velha porta rangia nas dobradiças cada vez que alguém a abria ou fechava. O momento solicitava quietude, mas não era oportuno para a reparação adequada. Com a passagem do médico, a porta rangia, nas idas e vindas do enfermeiro, no trânsito dos familiares e amigos, eis a porta a chiar, estridente. Aquela circunstância trazia, ao enfermo e a todos que lhe prestavam assistência e carinho, verdadeira guerra de nervos. Contudo, depois de várias horas de incômodo, chegou um vizinho e colocou algumas gotas de óleo lubrificante na antiga engrenagem, e a porta silenciou, tranquila e obediente.

A lição é singela, mas muito expressiva. Em muitas ocasiões, há tumulto dentro de nossos lares, no ambiente de trabalho ou numa reunião qualquer. São as dobradiças das relações fazendo barulho inconveniente. São problemas complexos, conflitos, inquietações, abalos… Entretanto, na maioria dos casos, nós podemos apresentar a cooperação definitiva para a extinção das discórdias. Basta que lembremos do recurso infalível de colocar algumas gotas de compreensão para que toda a situação se transforme.

  • Algumas gotas de perdão acabam de imediato com o chiado das discussões mais calorosas;
  • Gotas de paciência no momento oportuno podem evitar grandes dissabores;
  • Apenas poucas gotas de carinho penetram as barreiras mais sólidas e produzem efeitos duradouros e salutares;
  • Algumas gotas de solidariedade e fraternidade podem conter uma guerra de muitos anos;
  • É com algumas gotas de amor que as mães dedicadas abrem as portas mais emperradas dos corações confiados à sua guarda;
  • São as gotas de puro afeto que penetram e dulcificam as almas ressecadas de esposas e esposos, ajudando na manutenção da convivência duradoura;
  • Nas relações de amizade, por vezes, algumas gotas de afeição são suficientes para lubrificar as engrenagens e evitar os ruídos estridentes da discórdia e da intolerância.

Dessa forma, quando você perceber que as dobradiças das relações estão fazendo barulho inconveniente, não espere que o vizinho venha solucionar o problema. Lembre-se de que você poderá silenciar qualquer discórdia, lançando mão do óleo lubrificante do amor, útil em qualquer circunstância… E sem contraindicação! Não é preciso grandes virtudes para lograr êxito nessa empreitada. Basta agir com sabedoria e bom senso. Às vezes são necessárias apenas algumas gotas de silêncio para conter o ruído desagradável de uma discussão infeliz.

E se você é daqueles que pensam que os pequenos gestos nada significam, lembre-se de que as grandes montanhas são constituídas de pequenos grãos de areia. Pense nisso!

Estímulos e respostas

Na rua, na escola, em casa…
Sem feriado, dia e hora,
por amigos, inimigos, conhecidos,
por estranhos, sou provocado!

A ira se acende, é chama que arde,
que queima, estraga e amarga.
Não pensei! Falei, repeti e destruí…

Os erros ensinam.
Treinei, amansei, adocei!
Emoções santificadas, saradas, disciplinadas.
Respostas sábias, inteligentes, pensadas…

Burrinho emocional desativado,
Domado, dominado.
Mansidão, coração, alma e razão
Têm paz, têm vida, têm harmonia,
Têm feriado, têm sábado, têm dia…

Quem pensa para responder
não fere, não perde, só recebe.
Recebe de volta o que semeou…

Agora, reflita neste texto bíblico:

“E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós; antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo” (Efésios 4:30-32).

Josué Gonçalves É terapeuta familiar, escritor, pastor e apresentador do programa Família Debaixo da Graça, transmitido pela RedeTV!. Trabalha com o tema Família há 27 anos.