Marido e mulher… falta alguém nesta mistura

Eles se entrelaçam e de tal maneira se fundem, que o destino de um determinará o final do outro

Josué Gonçalves - 02/03/2019 11h03


Do céu, Deus preparou uma mistura, uma união realmente complexa quando uniu macho e fêmea. Que criaturas mais insólitas e diversas. De um lado, o homem, projetado para fora, como uma lança que se joga a enfrentar os desafios; de outro, aquela que abraça, que recebe, que acolhe e agasalha o aventureiro. Incrivelmente diferentes, mas irresistivelmente identificados e atraídos, quase que magnetizados pelas diferenças.

A alma deles funciona em frequências alternadas. Ela é mestre em relacionamentos, capaz de perceber uma intenção a partir de um olhar, de um cacoete de mão ou de uma palavra furtiva. Ela observa tudo, tanto que acaba por se apaixonar pelo bruto, pelo forte, pelo ousado que, aos seus olhos, é vulnerável e se torna alvo de conquista.

Ele, por sua vez, concentrado em seus empreendimentos, percebe o perfume de alguém que lhe cruza o caminho com estratégica frequência. A atração se fortalece e ele parte para a caça, sem saber que o capturado será ele, que será daqueles cativos que investem toda sua fortuna para permanecer naqueles laços de paixão, cumplicidade e determinação.

Assim acontece a união: um contrato, uma aliança. Eles se entrelaçam e de tal maneira se fundem, que o destino de um determinará o final do outro. Família, sociedade e Igreja, todos aprovam e festejam com o novo casal. Agora eles se tornaram um só. Uma só cama, uma só casa, uma só “bolsa”, um só banheiro (que provação). Começa a adaptação, os conflitos explodem e eles se descobrem incapazes de amar e fazer o outro feliz, o que os torna incrivelmente infelizes.

Lembram-se dos termos da Aliança: “Até que a morte os separe”, mas quem disse isso? Foi Deus quem criou os dois e lhes revelou o que é melhor para ambos. Se o Criador fez tudo isso, Ele pode mudar o mal-humorado e fazê-lo abraçar, assim como pode transformar a mulher para fazê-la seguir alegremente o seu homem.

O casamento cresce e se desenvolve, pois agora serão três. Homem, mulher e Deus. O Projetista faz morada na alma feminina e lhe confidencia os segredos do seu homem. Este, se abastece, se satisfaz e se realiza no Pai, que se mudou para dentro da sua alma e o enche de prazer, paz e amor.

Agora, sim, o casal está completo, pleno, pois Deus habita com eles, se move pela casa, cuida dos dois e da missão que irão desempenhar como família. Quando o casal está em Deus e este se deleita no Criador, o projeto original se materializa e a vontade do Criador se estabelece naquele pequeno lar, que pode se multiplicar e encher tanto a terra, com o céu.

Josué Gonçalves É terapeuta familiar, escritor, pastor e apresentador do programa Família Debaixo da Graça, transmitido pela RedeTV!. Trabalha com o tema Família há 27 anos.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo