A disciplina é a pedagogia do amor

No livro de Provérbios, capítulo 19, versículo 18, diz: “Disciplina o teu filho enquanto há esperança ...” 

Josué Gonçalves - 27/10/2018 08h08

Querido leitor do Pleno.News, quero continuar conversando sobre a educação dos filhos. Vamos juntos?

“É bom corrigir e disciplinar a criança. Quando todas as suas vontades são feitas, ela acaba fazendo a sua mãe passar vergonha” (Provérbios 29:15 – Bíblia Nova Linguagem de Hoje).

Com razão disse o escritor Henry Cloud: “O objetivo principal da criação dos filhos é a formação do seu caráter”; e a disciplina é vital nesse processo. A Bíblia diz, no livro de Provérbios, capítulo 23, verso 13 “Não retires a disciplina da criança…” .

Toda criança é astuta por natureza desde o nascimento. O que os pais precisam saber é que o resultado do excesso de carinho sem disciplina é a formação de um filho “delinquente”.

Vejamos quais são alguns dos benefícios da disciplina:

  • Desenvolve o senso de responsabilidade e respeito à autoridade;
  • Ensina que limites existem para serem respeitados;
  • Contribui na formação de um caráter íntegro; e
  • Ensina a obediência e a submissão.

O que é necessário para que a disciplina seja aplicada com eficiência?

  • Aplique-a com equilíbrio;
  • Deixe claro para o filho que a disciplina é um ato de amor;
  • Aplique a disciplina de modo lúcido;
  • Nunca discipline seu filho publicamente, expondo-o à vergonha. Esse tipo de disciplina produz efeito contrário;
  • Após a disciplina, ore com o seu filho; e
  • Não anule a disciplina que foi aplicada ao filho pelo cônjuge.

Uma pergunta comum que a maioria dos pais faz é esta: Quando o filho adolescente dá algum motivo, os pais devem aplicar a disciplina fazendo uso da “vara”, no sentido literal?

O dr. James Dobson, em seu livro Ouse Disciplinar, diz que: “Os pais não devem surrar um filho adolescente”. Os adolescentes desejam, desesperadamente, ser considerados como adultos. Eles se ressentem demais quando são tratados como crianças. A surra é o máximo do insulto. A disciplina aplicada para os adolescentes deve envolver a perda de privilégios, a privação financeira e outras formas relacionadas de retribuição não física.

O apóstolo Paulo, instruindo os pais da igreja de Éfeso, escreveu: “E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor” (Efésios 6:4). É através da forma como você aplica a disciplina no seu filho que ele vai conseguir entender que o que você faz é um ato de amor.

No livro de Provérbios, capítulo 19, versículo 18, diz: “Disciplina o teu filho enquanto há esperança …” . Que Deus o abençoe e também a sua família!

Josué Gonçalves é terapeuta familiar, escritor, pastor e apresentador do programa Família Debaixo da Graça, transmitido pela RedeTV!. Trabalha com o tema Família há 27 anos. Seu trabalho pode ser conhecido no site Amo Família.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158