Voto cristão e seu futuro. Você está preocupado?

Você não vota por interesses pessoais, mas sim por convicções e valores cristãos? Então ore e ouça Deus. Seu voto pode determinar o futuro

Josué Valandro Jr. - 14/09/2018 14h22

Não há como pensar em futuro da sociedade, de uma nação, sem se pensar em quem exerce influência preponderante sobre o povo. Já foi dito que uma mentira repetida muitas vezes passa a ser considerada verdade. E não há a menor dúvida que algumas falas têm dominado a sociedade brasileira fazendo com que o que não deu certo em lugar nenhum do mundo pareça a salvação da sociedade.

Os meios de comunicação podem repetir pensamentos e opiniões que levem um povo a acreditar em vida no local da morte. Também não podemos desconsiderar que há um aparelhamento das instituições de ensino, sobretudo públicas, onde líderes com viés marxista perseguem qualquer ação, pessoa ou influência contrária ao sistema de governo e ideologias que pregam os que lhes colocaram nesses cargos.

Nas redes sociais podemos ver discursos de ódio contra a sociedade brasileira de pessoas que exercem forte influência sobre a educação. Alunos e professores que discordam de ideologias socialistas são insultados e até agredidos. Basta abrir o YouTube para achar dezenas de exemplos assim.

O que é mais engraçado é que o discurso desses partidos ditos de esquerda é que os outros (centro e direita) são fundamentalistas, não progressistas, intolerantes, torturadores, etc e etc. Assusta o fato de darem aos outros os adjetivos que eles deveriam receber. Dou exemplo simples. Imagina se em vez de Bolsonaro alguém tivesse esfaqueado o Lula. O que teria acontecido?

O candidato líder nas pesquisas foi cruel e covardemente esfaqueado e ninguém quebrou prédio público, ninguém incendiou ônibus, ninguém cobriu o rosto para jogar bombas na polícia, e o covarde agressor está “vivinho da silva” sem nenhum hematoma como fruto de tortura ou vingança. Estes que seguiam Bolsonaro definitivamente não são os intolerantes, agressores e ditadores. Diferentemente do que ocorre na Venezuela, em Cuba, na Coreia do Norte e outros países que são aplaudidos pelos líderes de esquerda do Brasil. Quem apoia ditadura são eles. Só que ditadura de direita não pode. Só de marxista!!!

Que incoerência!!!

É aí que eu me pergunto:

  • Como pode um cristão que ora e se comunica verdadeiramente com o Espírito Santo não perceber que votar em alguns candidatos e partidos é dar um tiro em sua fé cristã?
  • Como pode um cristão votar em gente que tenta matar e não aceita diálogo algum?
  • Como pode um cristão votar em gente que apoia ideologia de gênero, ignorando a descrição bíblica do Gênesis de que homem e mulher os criou, e ignorando a própria ciência que não testifica em hipótese alguma esse conceito?
  • Como pode um cristão votar em gente que apoia o aborto em qualquer situação? Aborto é matar. Um ser vivo só difere de um adulto pelo tempo de alimentação que
    teve em sua vida.
  • Como pode um cristão apoiar gente que apoia a legalização das drogas? A Bíblia nos motiva a cuidar do templo do espírito, a evitar o que produz delírio, até mesmo o álcool. Onde no mundo deu certo legalizar drogas? Em nenhum lugar. A criminalidade aumentou, o consumo aumentou e alguns países tiveram que restringir as medidas feitas num primeiro momento, como a Holanda.
  • Como pode um cristão apoiar gente que apoia a legalização da prostituição? Os partidos de esquerda estão querendo legalizar que uma mulher seja objeto na mão dos homens. Isto sim é machismo! Coisificar a mulher é uma obra perversa. É preciso dar a essa mulher o direito de não ver um homem usá-la e depois falar que pagou por aquele objeto de prazer.
  • Como pode um cristão apoiar gente que apoia manifestações onde símbolos de outros credos religiosos, como a cruz de Cristo, são alvos de escárnio? Gente que insulta Jesus e a Igreja?
  • Como pode um cristão votar em gente que foi condenada por corrupção após trabalho sério do judiciário, do ministério público e da polícia federal?
  • Como apoiar quem luta para tirar da cadeia gente que foi condenada por roubalheira?

Meu Deus, onde estamos nós? Alegar que alguma coisa boa a pessoa tenha feito no social não justifica apoiar que seja autoridade sobre a nação. Senão vamos considerar que o traficante que deu presente para comunidade no natal, pode fazer o que quiser na comunidade impondo o medo e o terror o resto do ano. Que ridículo!!!

Bem, concluo fazendo uma última pergunta:

Como pode um cristão apoiar partidos que odeiam a Igreja?

  • Odeiam sim. Suas bandeiras são contrárias à Bíblia e tudo que podem, fazem para a menosprezar. São muitos os depoimentos de políticos desses partidos em que chamam os cristãos de fundamentalistas, ignorantes, retrógrados, imbecis, malditos, entre outras definições pejorativas.

A Igreja pode estar na última eleição que ainda evite uma “venezualização” ou uma “cubanização” deste país. Nesses países o povo luta para fugir de lá. E queremos que aqui seja como lá?

Você é cristão mesmo? Não vende seu voto? Não vota por interesses pessoais, mas por convicções e valores cristãos? Então ore e ouça Deus. Seu voto pode determinar um futuro que você e a Igreja não terão alegria alguma, antes, dor, perseguição e morte.

Decida!

Josué Valandro Jr. É o pastor presidente da Igreja Batista Atitude da Barra da Tijuca, no Rio. Se graduou em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil e informática pela PUC-RJ. Pós-Graduado em gestão estratégica de recursos humanos pela UNILESTE-MG, e mestrando em teologia pelo Southeastern Baptist Theological Seminary, na Carolina do Norte (USA). Casado com Bianca, Valandro é pai do Lucas e do Gabriel.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo