Coluna Josué Valandro Jr.: Planeje bem seu novo ano. Planeje o “ser”

A felicidade envolve o “SER”. É o seu interior que determina sua verdadeira felicidade. Nunca algo externo garantirá isso

Josué Valandro Jr. - 05/01/2018 08h00

Um novo ano! As pessoas têm a chance do fatiamento do tempo para esquecer o que deu errado, organizar a vida e planejar para dar certo desta vez. E se deu certo, planejar para que continue dando certo.

Isto é verdadeiramente muito bom! O ser humano precisa de recomeços, de renovação dos sonhos, de reorganização pessoal, de estabelecimento de metas, de avaliação de desempenho pessoal. Realmente a expectativa de um novo ano favorece em muito essas ações e sentimentos.

Se não planejarmos nosso futuro, corremos o risco de falhar nas mesmas coisas que falhamos nos anos anteriores, afinal, tendo as mesmas ações, teremos o mesmo resultado.

Quando estabelecemos alvos, estamos dando para nossos esforços um foco, um mapa, ou ao menos, alguma sinalização que nos ajude a verificar se estamos caminhando ou não em direção a nossos objetivos. É muito fácil gastarmos energia, suor, inteligência no que não produz o resultado real que almejamos. Nos tornamos bombeiros apagadores de incêndio, mas não planejamos como evitar os incêndios e como lidar com eles com melhor resultado quando surgirem.

Talvez alguém pergunte: “Por onde começo meu planejamento de vida para o novo ano? Pela profissão, pelo dinheiro, pelos estudos, pelas coisas que almejo, pela família?”.

Quero lhe dar uma sugestão: Comece pelo “SER” e não pelo “TER”.

Em Mateus 5:3 lemos: “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus”. É a primeira bem-aventurança. Ela não trata de uma postura de subserviência, mas de uma convicção de total dependência do Senhor. Sendo assim, há esvaziamento do nosso “Eu”. Há reconhecimento de que por nós mesmos não chegaríamos onde precisamos e não teríamos o que já temos. É gratidão total a Deus, é honra completa a Deus, é submissão total ao Senhor! Quando nos esvaziamos, Deus pode nos encher de toda virtude necessária. Aí conseguimos ser mansos, ser puros de coração, ser pacificadores, ser seguidores da justiça.

Muita gente planejou muita coisa para o ano que passou e não chegou lá. Pode ser que tenham planejado o “TER” e ignorado o “SER”. A felicidade envolve o “SER”. É o seu interior que determina sua verdadeira felicidade. Nunca algo externo garantirá isso.

Jesus não disse que bem-aventurados os que têm muitas riquezas e muita fama. O homem foi configurado para querer realizações e ele é capaz de lutar por todas essas coisas, mas ainda que não as atinja todas, será feliz se no seu interior estiver Deus. A felicidade está no coração do homem. A salvação está no coração. Toda fama e todo dinheiro do mundo não preencheriam o vazio dentro do homem.

A verdadeira felicidade não está no que Deus pode dar, mas no relacionamento que se tem com Ele e na forma que vivemos com as pessoas à partir do que vivemos com Ele. Deus concede uma paz que nada pode dar (João 14:27). A verdadeira felicidade vem de deleitar-se em Deus, de desfrutar da plenitude de Deus. O Salmo 91 diz que se habitarmos no altíssimo, nós descansaremos. Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio” (Sl 91:1-2).

Desejo que nestes primeiros dias do ano, você pare, reflita e planeje “SER” antes de “TER”.

Josué Valandro É o pastor presidente da Igreja Batista Atitude da Barra da Tijuca, no Rio. Se graduou em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil e informática pela PUC-RJ. Pós-Graduado em gestão estratégica de recursos humanos pela UNILESTE-MG, e mestrando em teologia pelo Southeastern Baptist Theological Seminary, na Carolina do Norte (USA). Casado com Bianca, Valandro é pai do Lucas e do Gabriel.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158