Coisas da profissão contábil ou ossos do ofício

É muito comum ser interpelado em ambientes externos para tirar dúvidas acerca de assuntos que deveriam ser tratados em ambiente profissional

Jonatas Nascimento - 22/10/2018 09h48

Não sei se acontece com você, mas comigo é muito comum ser interpelado em ambientes externos para me apresentarem dúvidas acerca de assuntos que deveriam ser tratados em ambiente profissional, ou seja, dentro do meu escritório, que é o meu local de trabalho. Uma amiga dentista me disse que certa vez, casualmente, encontrou-se com um paciente em um supermercado e esse, sem esboçar qualquer cerimônia, quis mostrar o seu “dente inflamado”. Foi uma cena patética.

Por meu turno, com tantos anos de atividade, tenho um sem número de casos, mas faço menção a dois:

  1. Certa vez tive que receber um cliente no pátio da igreja; e
  2. Já recebi ligação em minha casa em pleno domingo para tratar de assunto que poderia perfeitamente esperar até o dia seguinte, sem qualquer prejuízo.

De coração, confesso que isto não me incomoda nem um pouco. Tanto é verdade que, depois de apenas sete artigos publicados aqui no Pleno.News, estou me colocando à disposição para esclarecer dúvidas dos leitores, dentro da nossa temática, como segue. Serão informações, e não consultas.

Na área trabalhista, a despeito da Reforma Trabalhista que entrou vigor em 2017, muitas são as dúvidas que incomodam tanto empregados como empregadores. Por outro lado, o eSocial entrou em vigor, impondo uma nova conduta a empregados e empregadores sem alterar uma só letra da lei. Definitivamente, estamos vivendo novos paradigmas.

Na área contábil em si, temos dicas primorosas que podem impulsionar os resultados do seu negócio, principalmente para quem anda distante do seu assessor contábil, quando o correto é um caminhar lado a lado. Diga-se de passagem, o contador é um profissional essencial e indispensável que, atualizado e inteirado das leis pertinentes que dizem respeito ao patrimônio das empresas, interpreta corretamente as informações coletadas e contribui para a tomada de decisões.

Autônomos, profissionais liberais, microempreendedores (MEI), aposentados e até mesmo empregadores domésticos podem contar com a minha ajuda, lembrando que me limitarei a prestar informações, porque consultas e prestação de serviços são outros quinhentos.

Ah… Se ainda não falei, falo agora: sou especialista em contabilidade e legislação eclesiástica e sei que posso ajudar as organizações religiosas que estão à deriva. Então, fiquemos combinados assim: você pergunta e eu respondo em até 48 horas, em média, contadas em dias úteis. O seu pedido de informação pode resultar em mais um artigo para ser postado aqui.

Ao final da leitura, comente este artigo e também dê sugestões de temas voltados para a contabilidade. Se preferir, escreva para mim: jonatasnascimento@hotmail.com.

Jonatas Nascimento é empresário do ramo contábil na região metropolitana do Rio de Janeiro, graduado em Letras e Direito. Especialista em contabilidade eclesiástica, é autor do livro Cartilha da Igreja Legal.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo