CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Você vai ver a Copa?

Eleições 2018: Igreja não é lugar de campanha eleitoral

Inúmeros políticos estão realizando verdadeiras maratonas nas igrejas católicas e evangélicas

ILona Garijo Facchini - 15/06/2018 11h08

Queridos leitores do Pleno.News, a coluna de hoje é um importante alerta. Esteja atento, pois a sua igreja não é lugar de campanha eleitoral.

O pré-candidato ao governo e ex-prefeito de São Paulo, João Doria, esteve recentemente na Igreja Mundial do Poder de Deus. Segundo relatou em sua conta nas redes sociais, “foi muito emocionante ver mais de 15 mil pessoas orando”. E que “o brasileiro tem uma fé inabalável”. Não é a primeira vez que o tucano se encontra com Valdemiro Santiago. No começo de fevereiro, o prefeito da Cidade Linda esteve na Cidade Mundial dos Sonhos de Deus do “apóstolo” Santiago – aliado de Geraldo Alckmin (PSDB).

Também em clima de campanha eleitoral, o presidente Michel Temer, acompanhado do pré-candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, falou de seus projetos em um evento religioso que reuniu milhares de pastores das igrejas da Assembleia de Deus de todo o país. O presidente “pregou” durante alguns minutos sobre diálogo e harmonia. Também falou das “conquistas de seu governo” e pediu que os milhares de pastores levassem sua mensagem às igrejas de todos os rincões do país.

Assim como João Doria e Michel Temer, inúmeros outros políticos estão realizando verdadeiras maratonas nas igrejas católicas e evangélicas para manipular e buscar o voto dos eleitores cristãos.

Eu não sei quanto a você, mas o meu coração ferve e transborda de indignação, tamanho desrespeito dos políticos que se aproveitam e manipulam, principalmente, aqueles cristãos menos instruídos.

Igreja não é e nunca foi lugar de campanha eleitoral. Mas, infelizmente, esta situação ocorreu e ainda ocorre com muita frequência em nosso país. Se assim como eu, se você se incomoda em presenciar o púlpito exclusivo do Senhor sendo usado para outro propósito que não seja compatível com a pregação do Evangelho, posicione-se!

Precisamos estar atentos e zelar pelo bom senso e pela ética em nosso meio.