CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X O libertador

Agenda lotada, criança estressada!

As crianças necessitam de tempo livre, tomar muito sol, brincar ao ar livre, se divertir

ILona Garijo Facchini - 01/12/2017 11h30

Escola, natação, inglês, balé, judô, música, teatro e campeonatos, um sem fim de atividades extracurriculares. Os pais empenham-se em oferecer o maior número de oportunidades para o desenvolvimento de seus filhos, atendendo às expectativas impostas pela vida adulta.

Mas uma infância produtiva deveria estar repleta de tempo livre para brincar, tempo para criar e reinventar. Um rolo de papel higiênico vazio pode virar um robozinho, um pote vazio cheio de feijões vira um chocalho, uma caixa de papelão uma casinha. Momentos que fluem e marcam o resto da vida, usar a criatividade sem barreiras, usar a imaginação, pintar e cantar.

A infância deveria conter brincadeiras de faz de conta, cantigas de roda, joelhos ralados, roupa suja, banho de mangueira, além de muitas invenções e fantasias.

Mas, infelizmente, enquanto as crianças aproveitam as férias escolares, os pais já começam o ano com uma enorme preocupação na cabeça: planejar como encher de atividades as crianças durante o próximo ano.

Na ânsia de acelerar o desenvolvimento dos filhos e, também, para preencher o período em que estão ausentes por causa do trabalho, os pais lotam a agenda das crianças com compromissos de segunda a sexta. Essa atitude, pode prejudicar o aprendizado infantil, em vez de melhorá-lo.

Pai, mãe, cuidado com a sua expectativa, sugiro que a criança participe do planejamento de seus próprios compromissos. Os pais precisam escutar, conversar com os filhos e descobrir do que eles realmente gostam.

Priorizar a escola, e colocar as crianças em atividades somente que lhes dão prazer tornará o aprendizado mais rápido e fácil. Outro ponto importante é não as inscrever em compromissos demais, crianças não podem levar uma vida de executivos atarefados.

Assim como os adultos, as crianças necessitam de tempo livre, tomar muito sol, brincar ao ar livre; essas são atividades que também fazem parte do aprendizado, mas sem nenhuma responsabilidade a cumprir. É justamente nessas horas que elas encontram espaço para brincar sozinhas ou entre irmãos e se divertir.

 

Ilona Garijo Facchini, há 17 anos no mercado de Treinamento & Desenvolvimento, conquistou sólida carreira no Brasil e no exterior. Suas centenas de palestras já foram assistidas na Argentina, Chile, Colômbia, México, Venezuela e Estados Unidos. Ela é Psicóloga Educacional e Organizacional, especialista em Desenvolvimento Infantil, Formação de Lideranças e Equipes.