Petróleo no litoral: O silêncio entre ambientalistas e celebrities

Em setembro houve discurso, muito diferente da situação atual

Helder Caldeira - 21/10/2019 10h04

SETEMBRO/2019
O clima desértico do Centro-Oeste, após quase 5 meses sem chuvas, com temperaturas acima de 40°C e umidade do ar abaixo de 10%, tornou-se combustível para os costumeiros incêndios florestais, desde os eventos de autocombustão até queimadas criminosas.

Recursos serão utilizados para combater incêndios na Amazônia Foto: PR/Isac Nóbrega

Jogaram tudo isso na cota do Governo Jair Bolsonaro, com manifestações de rua ao redor do planeta, garotas matando aula para “gretar”, esquerda sambando e gente pintando as queimadas no corpo, ocasião quando descobrimos até a existência de girafas sofridas na Floresta Amazônica em chamas.

Macron… Greta… ex-ministros do Meio Ambiente… artistas… Papa Francisco… todos exibindo na mídia suas diatribes.

Começou a temporada de chuvas e a tentativa espúria de tentar culpar entes políticos por características geográficas e climatológicas virou cinza.

OUTUBRO/2019
Uma imensa mancha de petróleo invade o litoral brasileiro. Toneladas de petróleo alcançam as praias paradisíacas da Região Nordeste, comprometendo diretamente o Turismo desde o início da alta temporada e matando barbaramente flora e fauna marinhas.

O Ministério do Meio Ambiente, a Polícia Federal – PF e o Ministério Público Federal – MPF abrem uma investigação conjunta e descobrem que não se trata de petróleo brasileiro. Especialistas de todo o mundo afirmam tratar-se de petróleo proveniente da Venezuela do “companheiro” Nicolás Maduro.

Impera o silêncio entre ambientalistas e outras celebrities ligadas à “causa”. Ninguém fala nada… todo mundo segue quietinho, escondidos na moita ideológica de suas inteligências seletivas.

Isso explica quase tudo, pois não?!

Helder Caldeira é escritor, colunista político e palestrante. Há duas décadas atua e escreve sobre a Política brasileira. É autor dos livros ‘Águas Turvas’, ‘Bravatas, gravatas e mamatas’, ‘Pareidolia política’, entre outros. Contato: eventos@heldercaldeira.com.br

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo