CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X A Rede Globo deve pedir desculpas ao povo

A maior desgraça para profissionais do Jornalismo é a arrogância

A Rede Globo mentiu descaradamente

Helder Caldeira - 12/03/2020 18h20

Suzi foi preso por estuprar e matar uma criança Foto; Reprodução

Assim como o Dr. Drauzio Varella, a Rede Globo fez, na noite de terça-feira (10), ao final do Jornal Nacional, um pedido de desculpas à família do menino estuprado e assinado e ao Brasil pelo escândalo da omissão de informações na matéria do Fantástico sobre a vida de transexuais em presídios.

Drauzio foi humano (digamos, “semi-humilde”), reconheceu o erro, assumiu a responsabilidade e pediu desculpas. Foi decente. Mas, só depois que uma avalanche na internet veio ao seu encontro.

Antes tarde do que nunca, pois não?!

Já a Rede Globo agiu com a arrogância que consome o grupo neste Século XXI: até reconheceu o erro, mas mentiu descaradamente ao dizer que “não sabia dos crimes cometidos pela entrevistada” e ainda culpou as autoridades de Segurança Pública pelo “equívoco”.

Convenhamos, é inadmissível que os produtores do Fantástico – O Show da Vida tenham consumido cinco meses de trabalho e não tenham procurado saber os crimes cometidos pelos entrevistados naquela reportagem dentro dos presídios.

É inadmissível e absurdo!

Considerando a alegação de ignorância lida por William Bonner e Renata Vasconcellos, imaginemos uma hipótese: produtores jornalísticos chegando aos presídios para entrevistar criminosos detidos sem se interessar pelas histórias e razões que levaram essas pessoas ao xilindró.

Conseguem imaginar? Eu não!

A Rede Globo não é feita por amadores. Seus produtores não são inexperientes. A emissora jamais permitiria tamanho desleixo numa produção.

Portanto, resta-nos apenas a constatação da manipulação da informação e da má-fé, reiteradas em cadeia nacional.

Lamentável.

Helder Caldeira é escritor, colunista político e palestrante. Há duas décadas atua e escreve sobre a Política brasileira. É autor dos livros ‘Águas Turvas’, ‘Bravatas, gravatas e mamatas’, ‘Pareidolia política’, entre outros. Contato: eventos@heldercaldeira.com.br

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo