Leia também:
X Qual é o seu lugar hoje? Como ele está? O que você tem plantado?

Vacinação pública e privada já!!!

As empresas entrarão de vez na guerra pelas vacinas!

Fábio Guimarães - 09/04/2021 14h07

Câmara aprova projeto que amplia compra de vacinas por empresas Foto: Freepik

A Câmara dos Deputados deu um importante passo para ajudar o país na luta pela vacinação contra a Covid-19.

Ao contrário do que alguns hipócritas de plantão acreditam, o PL 948/2021 irá auxiliar o Brasil na vacinação, inclusive daqueles que estão à espera de vacinação pelo SUS.

O presente projeto viabiliza a aquisição de vacinas por empresas privadas que queiram imunizar seus empregados e colaboradores. Dentre outras importantes regras, o projeto estabelece que, mesmo na vacinação “privada”, deverá ser respeitado os grupos prioritários estabelecidos no Plano Nacional de Vacinação. Ademais, as empresas deverão doar ao SUS 50% das vacinas adquiridas, aumentando assim a capacidade de vacinação pública também.

Alguns questionam se não teremos menos vacinas adquiridas pelo governo, já que agora haverá um “concorrente à compra”. Mas o projeto é bem claro: o governo brasileiro tem prioridade absoluta na aquisição de vacinas junto aos fornecedores que desejar. As empresas só receberão os imunizantes após a totalidade de aquisições feitas pelo governo terem sido entregues.

Outro questionamento que pode surgir é: então, qual a vantagem para as empresas? Como conseguirão vacinar seus empregados e colaboradores com agilidade? Aqui está a inovação do projeto: as empresas poderão adquirir vacinas de laboratórios dos quais hoje, por algum motivo, o governo brasileiro não esteja comprando.

Quer outra novidade? Essas vacinas poderão ser adquiridas caso o presente projeto vire Lei, mesmo que elas ainda não tenham sido aprovadas pela Agência de Vigilância Sanitária brasileira, a ANVISA, desde que as pretensas vacinas já tenham sido aprovadas por algum órgão de vigilância sanitária de um país vinculado à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Está é uma importante iniciativa. Tem poder de acelerar a vacinação nacional, inclusive driblando burocracias estatais que o governo, por sua natureza, não consegue driblar, independente do governante que esteja no poder.

O PL 948/2021 ainda precisa passar pelo Senado Federal para, então, ser encaminhado para sanção ou veto presidencial.

Vamos acompanhar.

Vamos em frente!

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atua há mais de 15 anos como gestor nos poderes Executivo e Legislativo, com ênfase nas áreas de trabalho, renda e desenvolvimento econômico.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Covid: OMS diz trabalhar com o Brasil e conversar com Queiroga
2 Pacheco avalia que CPI da Covid será usada como "palanque"
3 Queiroga manda cientista de Biden não se meter: 'Do Brasil, cuido eu'
4 Vacinados contra a Covid-19 no Brasil chegam a 22,1 milhões

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.