O momento industrial do País

O dinamismo do setor industrial é um importante termômetro para avaliar a economia

Fábio Guimarães - 14/08/2017 14h09

O momento industrial do País / Foto: Divulgação

O setor industrial é fundamental para o crescimento econômico de uma nação; seu desenvolvimento promove a especialização, estimula cadeias de produção, melhora a renda nacional e o nível de empregos. O dinamismo do setor industrial é um importante termômetro para avaliar a economia, seja sua produção real ou a expectativa de produção futura.

Pesquisas recentes demonstram que a indústria brasileira, de um modo geral, ainda está longe de (re)ativar seus níveis de produção históricos. A capacidade instalada (que significa quanto as empresas conseguem produzir hoje com os investimentos já realizados) das indústrias está em níveis abaixo da média histórica brasileira.

Em julho deste ano, o nível de capacidade instalada da indústria brasileira atingiu 74,7% (dados de pesquisa da Fundação Getúlio Vargas – FGV); nossa média histórica é de aproximadamente 80%, e em anos recentes atingimos picos de 85% de utilização da capacidade instalada.

Para exemplificar esse arrefecimento industrial podemos citar o percentual de utilização da capacidade instalada de alguns setores como:

  • Alimentação – 67%
  • Eletrônicos – 71%
  • Fabricação de Calçados – 72%
  • Maquinas e Equipamentos – 74%

O investimento em infraestrutura é urgente e necessário para dar competitividade à atividade industrial. Estudos apontam que temos hoje expectativa de investimentos de mais de 100 bilhões de reais em setores como rodovias, ferrovias, telecomunicações e óleo & gás. Infelizmente, a crise política em que o país vive está atrasando o processo de regulação, concessão, medidas provisórias e projetos de lei importantes para traçar as regras desses investimentos e, assim, dar segurança jurídica à sociedade.

O Brasil precisa urgentemente buscar formas de ativar a produção industrial; além do setor de infraestrutura precisamos de ações que visem à racionalização da carga tributária e às simplificações normativas; essas são algumas medidas necessárias para o resgate do setor industrial do País.


Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atuou por mais de 10 anos como gestor nas áreas de trabalho e renda e desenvolvimento econômico.