Natal, tempo de reflexão!

Analise como tem vivido e no que tem gastado. E, se prepare para o ano que vem

Fábio Guimarães - 18/12/2017 17h44

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16

Natal é vida. É tempo de homenagear o aniversariante com uma vida que espelhe seus ensinamentos, pois Ele é a mensagem, personificada e encarnada. Assim, espelhar sua mensagem é honrá-lo e contribuir para um mundo melhor.

É tempo de refletirmos sobre o passado e projetarmos um futuro melhor, tempo de entender o presente e buscar o tão difícil equilíbrio nas mais diversas áreas de nossa vida.

Acredito que o chamado “espírito natalino”, tão presente nesta época do ano, é na verdade uma grande oportunidade de aprendizado para todos nós, tendo como meta vivermos em amor e assim agradar o Senhor e Salvador de nossas vidas. Só desta forma teremos a paz de Cristo, que transcende todo e qualquer entendimento.

Não tem como falar de Natal e não falar de Jesus!

Agora, para dizer que não falamos de economia no Natal, vamos lá:

É importante termos atenção nesta época do ano para não comprometermos nosso orçamento do próximo ano. Arriscando receber o título de “chato do Natal” vale lembrar que em janeiro temos IPTU, IPVA, material escolar, uniformes e por aí vai…

A dica é buscarmos presentes que agreguem valor ao presenteado com dedicação, amor, personalização e utilidade. Essas são as principais características para acertarmos em cheio e agradar nossos queridos familiares e amigos.

Outra dica importante é saber que quando pensamos em presentes para crianças devemos lembrar que elas não distinguem presentes pelo valor dos mesmos e sim por critérios subjetivos, difíceis de mensurar. Conhecer a criança é fundamental, ter sorte na escolha também; portanto evite gastar mais do que pode. Pois por mais que queira agradar uma criança nunca se esqueça de que o adulto nessa equação é você.

Aos que me conhecem pessoalmente sabem que adoro comidas deliciosas, logo já finalizando o bate papo com nossos leitores do Pleno.News, nunca é demais lembrar que o que engorda você não é aquilo que come entre o Natal e o Ano Novo e sim o inverso. Portanto, aproveite esta época deliciosa do ano!

Amigos, Feliz Natal!

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atuou por mais de 10 anos como gestor nas áreas de trabalho e renda e desenvolvimento econômico.