Leia também:
X Você tem uma atitude financeira positiva?

Calendário para Kassio Nunes chegar no STF

A sabatina no Senado é o momento apropriado para cada um de nós pressionarmos nossos senadores a fazerem para o indicado as perguntas que queremos que o magistrado responda

Fábio Guimarães - 07/10/2020 20h20

Kassio Marques Nunes foi o primeiro escolhido de Bolsonaro ao STF Foto: Reprodução

A indicação do Desembargador Kassio Nunes Marques para a vaga deixada pelo Ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal-STF causou um verdadeiro reboliço nas redes sociais e no meio político.

Aprovar ou não a escolha do Presidente da República é direito de cada brasileiro. Agora, fato é que o nome do Desembargador Kassio já é uma realidade, a indicação presidencial está publicada no Diário Oficial e o próximo passo será a sabatina do indicado e posterior votação no Senado Federal.

O Senado, em reunião nesta terça-feira (6), definiu entre seus líderes partidários o calendário preliminar da segunda semana de esforço concentrado de 2020 para votação de autoridades, que deve ocorrer entre os dias 19 e 22 de outubro.

Está programada para o próximo dia 21 a sabatina do Desembargador Kassio na Comissão de Constituição e Justiça-CCJ do Senado. Esse procedimento é anterior a votação em Plenário que deverá ocorrer na mesma semana e poderá ratificar a escolha do Presidente Bolsonaro.

Nós, enquanto sociedade, deveríamos fazer menos barulho nas redes sociais, muitas das vezes, geramos calor, mas não energia. A sabatina é o momento apropriado para cada um de nós pressionarmos nossos senadores a fazerem para o indicado as perguntas que queremos que ele responda para só depois, então, analisarmos e fazermos nosso juízo de valor sobre a escolha do presidencial.

Atacar ou defender essa escolha no escuro, sem argumentos, pouco ajuda no processo democrático. Li e ouvi indagações sobre o desembargador como:

Ele é conservador?

É contra ou a favor do aborto?

É contra ou a favor da prisão em segunda instância?

É contra ou a favor da diminuição da idade penal?

É contra ou a favor do porte e posse de armas de fogo?

Estas e muitas outras indagações podem e devem ser feitas pelo seu senador. Nós devemos acompanhar atentamente as respostas e, aí sim, definirmos nosso posicionamento, com racionalidade, mais razão e menos emoção.

Vamos em frente!

 

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atua há mais de 15 anos como gestor nos poderes Executivo e Legislativo, com ênfase nas áreas de trabalho, renda e desenvolvimento econômico.
* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.