Brasil conservador ou liberal? Você escolhe!

Vamos escolher a pauta conservadora, tradicional, de direita ou a pauta globalista, liberal, de esquerda

Fábio Guimarães - 20/08/2018 17h48

A democracia é o único caminho possível para melhorar a qualidade de vida das pessoas e a política o único “veículo” autorizado a fazer esta travessia. Ela, a malfadada política, só ela pode nos levar do ponto A ao ponto B desta estrada.

Existe um grupo de pessoas que não conhece o caminho. Isso preocupa. Existe outro grupo que conhece, mas está tão cansado, tão cansado que se sente sem forças para atravessá-lo.

Winston Churchill dizia que “ninguém pretende que a democracia seja perfeita ou sem defeito. Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos”. É por aí. Traduzindo no bom português. Ruim com ela, pior sem ela.

A história ensina que em momentos onde a sociedade está longe do seu ponto de equilíbrio, caso do Brasil de hoje a tendência é que tenhamos, pelo menos no curto prazo, um acirramento ainda maior no que diz respeito às ações dos futuros governos.

Depois, mais cedo ou mais tarde, acabamos achando novamente uma forma de equilibrar nossas demandas sociais. Foi assim em nosso passado. É assim no mundo todo.

O problema maior é que não sabemos quanto tempo dura esses ciclos históricos, estes “pêndulos políticos”.

Infelizmente não vislumbro um horizonte promissor. Longe do equilíbrio, o Brasil vai escolher a pauta conservadora, tradicional, de direita ou a pauta globalista, liberal, de esquerda.

Você pode escolher ou deixar alguém escolher por você. Com você ou sem você, ano que vem tem Governo. Acredite, por mais desesperançoso que você esteja nunca é um bom negócio terceirizar suas decisões.

Avalie bem e vamos em frente, o Brasil precisa de você. Boa semana!

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atuou por mais de 10 anos como gestor nas áreas de trabalho e renda e desenvolvimento econômico.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158