A fuga dos investimentos estrangeiros no Brasil

As incertezas políticas, a corrupção e a incompetência estão destruindo os sonhos de uma nação

Fábio Guimarães - 07/05/2018 12h19

Os investimentos no Brasil estão cada vez mais escassos, o reflexo é visto diretamente na vida dos quase 14 milhões de desempregados no país.

Recente pesquisa elaborada e divulgada pela empresa de Consultoria Internacional A.T. Kearney corrobora o receio que investidores estrangeiros têm atualmente em direcionar recursos para o Brasil.

A metodologia dessa pesquisa ouviu investidores e executivos de grandes empresas em 29 países.

Em um ranking de 25 nações analisadas ficamos em último lugar na preferência por investimentos. Caímos 9 posições em apenas um ano. Deixamos o 12º lugar em 2016 para o 16º em 2017, já em 2018 alcançamos a vergonhosa 25ª posição do ranking.

Uma conjunção de fatores nos levaram a este triste cenário, dentre os quais destacamos a insegurança jurídica, crise política e econômica, altos níveis de corrupção, falta de transparência e incerteza eleitoral.

O Top Ten dos países que mais atraem investimentos é composto respectivamente por Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Reino Unido, China, Japão, França, Austrália, Suíça e Itália.

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atuou por mais de 10 anos como gestor nas áreas de trabalho e renda e desenvolvimento econômico.