Descubra 6 segredos para cultivar relacionamentos saudáveis

Relacionamentos saudáveis são permeados de companheirismo e parceria

Ellen Sarmento - 11/05/2018 11h37

Queridos(as) leitores(as) do Pleno.News, em nosso post de hoje, desejo compartilhar algumas dicas práticas que auxiliarão vocês a iniciarem um novo tempo em seus relacionamentos. Quer seja um relacionamento com o cônjuge, com o(a) namorado(a), com o(a) noivo(a) e até com futuros pretendentes.

Vamos então, juntos, descobrir 6 segredos para que possamos, a partir de hoje, cultivar relacionamentos saudáveis.

1. QUAIS SÃO OS REAIS MOTIVOS QUE OS UNE?
É fundamental que você não se case, ou tenha um namorado, pela pressão da família, dos amigos ou para causar uma boa impressão na sociedade. Também não deve se casar, ou ter alguém, porque acha que o relacionamento vai melhorar ou tudo vai ser diferente depois do casamento. Você precisa tomar a decisão de se casar por decidir amar o parceiro, baseando sua escolha em uma máxima que diz assim:

Case-se com alguém que você decida amar pelas qualidades e negocie com os defeitos”.

2. A COMUNICAÇÃO É FUNDAMENTAL!
Esta, se não é a dica mais importante, é a principal para que todo relacionamento caminhe rumo ao sucesso ou rumo ao insucesso. Pois, o mais importante, dentro de uma dinâmica relacional, é que a flexibilidade venha a ser exercida em sua máxima potência.

Muitas vezes, em uma conversa não há ganhadores nem perdedores, mas sim duas pessoas buscando se harmonizar, tentando encontrar sua verdadeira sintonia.

Mas o que seria essa sintonia harmônica de um casal? Um exemplo que podemos dar é não falar mal do cônjuge para seu grupo de amigos ou família. Essa é uma questão fundamental, pois é fundamental que vocês resolvam suas diferenças em casa. Abrir sua opinião a respeito do cônjuge, namorado(a) e noivo(a), falando aos outros dos pontos negativos que ele ou ela tem, pelas costas, é uma grande demonstração de desrespeito e desarmonia.

Para que a comunicação flua de forma saudável é necessário o respeito do espaço do outro, de seus interesses, de seus hobbies; por mais que eles sejam diferentes das coisas que você gosta.

3. CONFIANÇA A PEDRA FUNDAMENTAL
A confiança é o ponto-chave dos relacionamentos. Você confia em seu parceiro para cuidar de você caso fique muito doente amanhã? Confia em seu parceiro para ficar com seus filhos por um período? Confia em seu parceiro para lidar com seu dinheiro?

A confiança é a pedra fundamental, pois sem ela não há alicerce para que o relacionamento venha a ser saudável e produtivo. Para que a confiança possa fluir é necessário transparência, mesmo quando a verdade não for bonita. A verdade deve ser dita e posta à mesa, sempre. Pois, melhor uma verdade feia do que uma mentira bonita.

4. CASAL FELIZ = DUAS PESSOAS SAUDÁVEIS
Uma verdade essencial é que a responsabilidade da felicidade do cônjuge dentro do relacionamento não é completamente sua. A problemática é quando toda a felicidade da relação é projetada na outra pessoa e ambas estão em constante estado de sacrifício.

Lembre-se sempre que, antes de tudo, vocês são indivíduos, com suas próprias identidades e emoções, e precisam fazer coisas por si mesmos, em seu próprio tempo. Desejar controlar a vida do parceiro ou submeter-se a esse controle não é nada saudável.

Nunca desista de ser a pessoa quem você é, e ame-se por isso! O verdadeiro amor nos torna livres em nossas emoções e contribui para nossa autoestima.

5. O TEMPO TRAZ MUDANÇAS
O tempo traz mudanças para todas as relações, e não podemos congelá-lo, pois esse é o maior sintoma de que a relação está adoecida.

Aqui vai uma dica para que o tempo venha a ser seu maior aliado: sempre deve haver um novo projeto para o casal; novas metas de crescimento a serem alcançadas juntos e individualmente. Uma dessas metas é que você precisa se apaixonar por essa nova pessoa, que o tempo foi transformando, repetidamente!

Quando há aqueles itens citados anteriormente como respeito, confiança e incentivo à individualidade, a pessoa promove seu próprio amadurecimento ao longo do tempo de formas diferentes e inesperadas. Isso pode ser motivo para que haja ainda mais amor e admiração pelo outro dentro relação.

Então, se você não programou sua nova viagem rumo a uma redescoberta a dois, faca-o agora!

6. RECONTRATE A RELAÇÃO
Essa é a chavepara que a relação se perpetue de forma saudável, pois ao longo da jornada passamos por várias estações. E, o mais importante, como casal, é repensarmos e colocarmos, no papel, o que ainda iremos concluir.

Lembrando sempre que os votos de compromisso na fase do namoro e noivado, e principalmente os votos nupciais deverão passar por uma atualização. Para que aquele casal que se enamorou possa a cada dia manter a essência que um dia os uniu, mas que o tempo ajudou, de forma saudável e atualizada essa relação florescer em cada estação da maneira mais plena.

Desejo que esses segredos, agora desvendados, possam se tornar ferramentas poderosas de restauração e multiplicação de qualidade de vida emocional e psíquica.

Um abraço!

Ellen Sarmento é psicóloga clínica e palestrante, com formação em terapia sistêmica familiar pela Núcleo Pesquisas. Especializada em atendimento familiar e de casal. Capacitada pelo Ackerman Institute, em Nova York, e pelo Instituto Bowen, em Washington.