A mulher e seus múltiplos papéis

A mulher vive um momento de acentuada multiplicidade de papéis e sente-se, consequentemente, muito pressionada 

Ellen Sarmento - 21/09/2018 10h29

Queridos leitores do Pleno.News, quero hoje iniciar uma nova série sobre o ser mulher e seus múltiplos papéis. Quero abordar os desafios de cada papel exercido por nós e como podemos permanecer plenas e autênticas no meio de tantas variáveis.

A mulher atual vive um momento de acentuada multiplicidade de papéis e sente-se, consequentemente, muito pressionada. Acha que necessita corresponder a todas as expectativas, internas e externas: ser boa mãe, boa esposa, boa dona de casa, boa funcionária, manter-se esteticamente dentro dos padrões de beleza estabelecidos pela mídia, estar atualizada, ser competitiva. Enfim, ser uma “supermulher”. No processo de ascensão profissional e social, ela se vê dividida entre as tarefas domésticas, os cuidados com os filhos e o cuidado consigo mesma.

Em nosso post de hoje, desejo trazer o aspecto do papel profissional versus o aspecto do ser mulher em sua plenitude física, emocional e psíquica.

Vamos descobrir quais são esses desafios e como enfrentá-los. Quando a vida profissional é prioridade:

PONTOS POSITIVOS

  • Desenvolvimento de seu potencial pessoal à sua máxima potência.
  • Necessidade de se reciclar sempre para estar atualizada em sua carreira.
  • Sensação de missão cumprida.
  • Inspirar outras mulheres a lutarem por seus sonhos.
  • O foco traz consigo grandes realizações e conquistas.

PONTOS NEGATIVOS

  • Se tornar uma workaholic, o que não traz benefícios à saúde.
  • Se colocar sempre em segundo lugar, já que, a saúde é a primeira a ser afetada.
  • Deixar de ter prazer em coisas simples, como sair com as amigas para um sorvete no final da tarde.
  • Não realizar seu preventivo anual e sua mamografia por falta de priorizar isso em sua agenda.
  • Não eleger um dia da semana para se desconectar de tudo à sua volta e curtir a si mesma.

É importante mencionar que a nossa psicofisiologia está diretamente ligada ao modo como gerenciamos nossa vida social e o trabalho; pois tudo funciona sinergicamente em harmonia com nossa qualidade de vida emocional, física e profissional.

Desejo que esse conhecimento possa ser compartilhado e multiplicado, e muitas pessoas venham a ser alcançadas com essas informações.

Até o próximo post!!!

Ellen Sarmento é psicóloga clínica e palestrante, com formação em terapia sistêmica familiar pela Núcleo Pesquisas. Especializada em atendimento familiar e de casal. Especialista em Terapia EMDR pela TraumaClinic do Brasil. Capacitada pelo Ackerman Institute, em Nova York, e pelo Instituto Bowen, em Washington.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo