Vamos combater o bullying?

Trago dois livros fabulosos sobre como lidar e lutar contra o bullying. Afinal, somos todos iguais

Ellem Barboza - 18/10/2018 12h54

Olá leitores do Pleno.News, tudo bem com vocês?

Hoje eu quero conversar com sobre dois livros com mensagens incríveis sobre o bullying e como só o amor e a gentileza podem vencer esse problema.

O primeiro livro é A Lista Negra, de Jennifer Brown, publicado no Brasil pela editora Gutenberg.

Sinopse: “O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que Nick usou para escolher seus alvos.

Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o ensino médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas”.

A Lista Negra é um dos melhores livros sobre bullying que eu já li. Tudo é retratado de forma muito realista e a narrativa é daquelas que nos faz entender perfeitamente o que os personagens estão sentindo. Uma das coisas que eu mais amo nesse livro é que, como na vida real, não existem vilões e mocinhos, todo mundo tem o seu lado bom e o seu lado ruim.

O segundo livro que trago pra vocês, é um dos mais lindos que já li. Extraordinário, de R. J. Palacio, publicado pela editora Intrínseca.

Sinopse: “August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova Iorque, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros”.

Extraordinário na verdade é um manifesto à gentileza e ao amor ao próximo. Auggie é um personagem encantador que nos faz refletir sobre a forma como tratamos as pessoas diferentes de nós e como muitas vezes as magoamos até mesmo sem perceber.

Recentemente também estreou um filme homônimo, inspirado nesse livro e eu também recomendo muito que assistam.

Bem…essas foram as dicas de hoje, espero que vocês gostem.

Beijos e até a próxima!

Ellem Barboza é médica, formada pela Universidade Federal de Pernambuco. É uma cristã apaixonada por livros desde a infância e acredita que boas leituras podem nos transformar em pessoas melhores. Em função de sua paixão literária é dona do Colecionando Primaveras, uma movimentada página no Instagram onde compartilha dicas e opiniões sobre livros.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo