Outonos, a estação que eu mais gosto!

No outono da vida, ainda projetamos os anos futuros, e ainda temos tempo para projetos ousados

Elaine Cruz - 07/06/2018 14h26

Outono é, sem dúvida, a estação que eu mais gosto. Os dias são claros e quentes, sem o exagero do calor do verão, e também podem ser amenos e chuvosos, sem o frio cortante do inverno e as precipitações das chuvas de verão. Os frutos são cheirosos, o céu adquire um azul lindo. Em alguns países as arvores se iluminam com um degradê de tons ferrosos de tirar o fôlego.

Quanto às fases da vida, o outono é associado ao que chamamos de meia idade. Os anos de verão da infância já passaram, os anos da primavera da juventude também se foram. Quando o outono chega, como um preâmbulo do inverno, estamos na fase da colheita. Colhemos os desdobramentos do nosso trabalho, aproveitamos nossa aposentadoria, desfrutamos dos filhos criados, e estamos menos interessados no que os outros pensam sobre nós. Sabemos quem somos, temos consciência das nossas limitações e capacidades.

No outono da vida, ainda projetamos os anos futuros, e ainda temos tempo para projetos ousados. Pode ser o momento de voltar às aulas de canto ou teclado, de acertar afetos e reconstruir relacionamentos que foram deixados para trás por conta da correria dos anos anteriores. E os netos são dádivas a serem aproveitadas sem o peso das noites mal dormidas.

Colha os frutos da sua estação. Seja grato pelo que já viveu, e planeje bem os anos futuros. Plante bem, colha afetos, saúde e alegrias. E se o inverno já chegou para você, acolha-se com as boas recordações das antigas estações, sempre projetando novas conquistas, para novos e ensolarados dias.

Elaine Cruz é pastora no Ministério Fronteira, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro; Psicóloga clínica e escolar, especializada em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade; Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense; palestrante e conferencista internacional, com trabalhos publicados no Brasil e no exterior; Mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA); e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil, com oito livros publicados.