O sentido da saudade

A palavra tem origem no latim com o significado de solidão ou distanciamento de algo que se deseja

Elaine Cruz - 27/06/2019 12h00

A palavra saudade em português, segundo a lenda, surgiu no período dos descobrimentos. Ela definia a solidão que os portugueses vindos para o Brasil tinham da sua terra e dos seus familiares, pois vivenciavam a melancolia por se sentirem tão sós e distantes dos seus.

A saudade pode ser definida como um sentimento causado pela distância ou ausência de algo ou alguém. Tem origem no latim com o significado de solidão ou distanciamento de algo que se deseja. Sabemos que saudade é uma palavra que não tem tradução literal em muitas línguas. No Brasil, ela é uma das palavras mais utilizadas nas poesias de amor, em músicas românticas, textos e conversas.

Temos saudades de algo que aconteceu, temos intensa vontade de reviver certos momentos ou de simplesmente lembrar de fatos e datas que sabemos que não mais voltam, como eventos do passado, momentos da infância, dia de formatura ou casamento, ou até mesmo a convivência harmoniosa com alguém “saudoso” que já faleceu. Sentimos saudades de restaurantes que servem manjares deliciosos, de amigos que se afastaram, de uma viagem inesquecível, de uma cidade que nos marcou, dos filhos pequenos, do barulho provocado pelos filhos adolescentes, de uma música que nos remete a bons momentos, de pessoas que marcaram a nossa vida.

Podemos sentir saudades de beijos e abraços, de olhares e canções que aquecem a alma, de sentimentos esquecidos e embotados. E devemos sentir saudades da presença de Deus, da alegria de estar na Casa de Deus, e até mesmo do céu, que não conhecemos, mas que desejamos conhecer e habitar na eternidade.

Saudades nos afetam. Atestam que construímos memórias. Apontam nossa constante necessidade de planejar o futuro, planejar momentos de afeto e amar as pessoas. Saudades.

Elaine Cruz é pastora no Ministério Fronteira, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro; Psicóloga clínica e escolar, especializada em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade; Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense; palestrante e conferencista internacional, com trabalhos publicados no Brasil e no exterior; Mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA); e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil, com oito livros publicados.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo