O amor de muitos se esfriará

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará" (Mateus 24:12).

Edvaldo Oliveira - 15/07/2018 08h00

Ao me deparar com a notícia de que um casal de pastores tramou a morte dos próprios filhos para que o ministério deles se tornasse famoso, eu percebo que a Palavra de Deus está se cumprindo, em relação ao que Jesus disse: que nos últimos tempos aconteceriam muitas coisas, e dentre elas, o amor de muitos se esfriaria.

Se a busca pela fama e pelo dinheiro faz com que uma pessoa cometa o estupro, a agressão e queime o filho e o enteado, tudo isso com o consentimento da mãe dos meninos, ou seja, se tem faltado amor no ser humano até pelos filhos, quanto mais o amor uns pelos outros.

Infelizmente chegamos à conclusão de que, realmente, o amor de muitos tem se esfriado.

Os pastores Juliana Salles e George Alves e o filho mais novo Foto: Reprodução

No livro de João, capítulo 13, versículos 34 e 35, Jesus disse que estava nos dando um novo mandamento: “amem-se uns aos outros”. Assim, todos saberiam que somos discípulos Dele. Ou seja, a principal marca dos seguidores de Jesus não são os dons, a eloquência na oração ou os milagres que alguém pode operar. O que distingue um discípulo de Cristo é o amor.

Mas a maldade se multiplicou tanto, o egoísmo, o orgulho e a soberba, que o amor tem se esfriado, e gerado nas pessoas um comportamento perverso e maldoso. Atos de crueldade se tornaram comuns nos noticiários, e a maioria de nós nem se comove mais com eles. Todos os dias somos surpreendidos com notícias de pais matando os filhos e filhos matando os pais; lares destruídos, busca a qualquer preço pelo dinheiro e pelo poder. E muitos ainda querem atribuir essas atrocidades ao diabo.

A Palavra de Deus afirma que o diabo existe, mas o apóstolo Paulo fala aos gálatas, no capítulo 5, sobre as obras da carne: imoralidade sexual, ações indecentes, brigas, raiva, ambição egoísta, e
tantas outras coisas. Paulo ainda diz que a lei inteira se resume em um só mandamento: “Ame os outros como você ama a você mesmo”.

Meus irmãos, não deixem que o caos em que está o mundo afete o seu amor. Se encha do Espírito Santo, alimente a sua fé e a sua mente com a Palavra de Deus. Traga à sua memória aquilo que lhe dá esperança.

A Bíblia diz, em Gênesis 6, que a perversidade do homem havia aumentado na terra, a ponto de Deus ter se arrependido de ter feito o homem. Porém, o texto diz que em meio a essa geração perversa e corrupta, Noé se destacava pela sua integridade e justiça, por isso ele achou graça aos olhos de Deus. Assim, creia, é possível, ainda que em meio ao caos, conservar o amor que Deus colocou em seu coração, o mesmo amor com o qual você foi um dia perdoado por Deus.

ORAÇÃO
“Senhor, tem misericórdia dessa geração. Reconhecemos que o nosso amor tem se esfriado, e temos buscado somente os nossos próprios interesses, a qualquer custo. Pedimos perdão pelos nossos pecados, e pelos pecados da nossa nação, que tem sido marcada pela corrupção, egoísmo e conformidade com o pecado. Traga o arrependimento por intermédio do Espírito Santo, para que possamos alcançar o seu favor e o seu perdão.

Eu oro em nome de Jesus, amém”.

ACOMPANHE O MINUTO COM DEUS NO YOUTUBE.

Edvaldo Oliveira é coordenador e idealizador do Ministério Minuto com Deus de mensagens para a internet. É formado em Teologia Ministerial, Administração de Empresas e Marketing. Mora em Belo Horizonte e está à frente da Igreja Ministério Minuto com Deus.

Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo