Leia também:
X O dia internacional do adultério

De frente para a luz

Andar com Jesus requer consertar nossos caminhos

Edvaldo Oliveira - 16/05/2021 08h00

De frente para a luz Foto: Pixabay

“Falando novamente ao povo, Jesus disse: ‘Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida’.” (João 8:12)

Às vezes, nós passamos por momentos tão difíceis e complicados que temos a impressão de que fomos envolvidos por um mar de trevas. E, quando passamos por um tempo assim, duvidamos de que um dia a luz voltará a brilhar em nossa vida. Mas temos que entender que Deus não se afasta de nós nem deixa de nos iluminar e de nos abençoar com a sua gloriosa luz. Nós é que decidimos andar no escuro, quando damos as costas a ele.

O problema é que onde a luz chega, as trevas são dissipadas. Por isso, é que muitos não querem andar nessa luz: porque sabem que existem situações que, quando vierem à tona, terão de ser encaradas e resolvidas. Afinal, andar com Jesus requer consertar nossos caminhos, requer uma mudança de atitude em relação a muitas coisas.

É mais cômodo continuar sem expor à luz algumas áreas da nossa vida e deixar tudo como está. Contudo, as pessoas se esquecem de que quem anda em trevas é governado pelas trevas, é guiado pelo diabo. Jesus disse que deveríamos caminhar enquanto temos a luz, porque as trevas podem surpreender-nos, pois quem anda em trevas não sabe para onde está indo.

Mas quem vive com Cristo não fica de costas para a luz. Quem caminha com o Senhor anda de forma lúcida, de frente para a presença dele e não tem medo nem vergonha de encarar a vida ou as pessoas.

De certo modo, temos medo de ficar frente a frente com Deus, pois sabemos que ele nos enxerga como ninguém mais consegue nos enxergar. Ele nos vê de dentro para fora. Sonda os nossos pensamentos, cada sentimento e cada sensação. Nada está oculto aos olhos do Senhor. E isso nos causa medo, pois, se formos honestos com nós mesmos, de dez pensamentos que temos, nove não são bons. Mas viver na luz não é algo que deva ser considerado ruim, pois não tem a ver com exposição, e sim com restauração.

Deus não olha para nossos erros como nós olhamos os erros dos outros. Mas nós temos dificuldade de entender isso, pois, como somos implacáveis com as pessoas, julgamos e condenamos o tempo inteiro, nós acreditamos que Deus também faz o mesmo. Contudo, Deus não é vingativo e não age como nós.

Quando encaramos a luz, quando ficamos de frente para o Senhor, o olhar que recebemos dele não é um olhar de julgamento ou de desamparo. Muito pelo contrário! O olhar que recebemos é de acolhimento, de perdão, de recomeço e de misericórdia.

Sendo assim, é tempo de pararmos de evitar o contato com a luz do Senhor. É tempo de ficarmos frente a frente com ele, de deixarmos que o Senhor nos enxergue por completo, tire-nos das sombras e nos dê uma nova chance de recomeçar.

ORAÇÃO
Deus, obrigado pelo teu amor e pela tua Palavra. Pai, nos perdoa, pois temos evitado o contato com a tua luz. Evitamos estar a sós contigo, Senhor, pois sabemos que, uma vez que a tua luz brilhe, as coisas mudam de lugar, elas se transformam, e tudo o que é ruim dá lugar a coisas boas. Pai, nos perdoa, pois muitas vezes preferimos viver nas sombras do que nos colocarmos de frente para tua luz. Hoje nós nos entregamos em tuas mãos e pedimos que te reveles a nós. Queremos estar de frente para o Senhor e permanecermos neste lugar até o fim da nossa vida. Por isso, nós oramos e te agradecemos em nome de Jesus. Amém.

Edvaldo Oliveira é coordenador e idealizador do Ministério Minuto com Deus. É formado em Teologia Ministerial pelo Seminário Cristo para as Nações e em Administração de Empresas. Mora em Belo Horizonte e congrega na Igreja Batista Videira.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.