Leia também:
X A modinha do momento são jovens e adultos agindo como bebês

A pandemia parou a obra de Deus?

Tiago disse que a verdadeira religião é cuidar dos órfãos, das viúvas e dos necessitados

Edvaldo Oliveira - 03/07/2021 07h00

A pandemia parou a obra de Deus? Foto: Pixabay

“Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente! Maldito aquele que retém a sua espada do sangue!” (Jeremias 48:10 ARA)

Muitas pessoas usam esse versículo quando querem repreender alguém que não está fazendo com excelência as coisas dentro da igreja: quando a pessoa chega atrasada às reuniões, quando a apresentação do grupo de louvor não tem muita técnica, quando o cantor desafina durante a canção, quando o grupo de dança erra na coreografia ou quando o pregador não se consagra para poder pregar a Palavra.

É preciso entender que fazer a obra de Deus não tem nada a ver com cumprir uma agenda de atividades de alguma denominação religiosa. As pessoas associam a obra de Deus somente ao que acontece dentro da igreja. Mas Tiago disse que a verdadeira religião é cuidar dos órfãos, das viúvas e dos necessitados (Tiago 1.27).

Fazer a obra de Deus é procurar repetir aquilo que Jesus fez: amar, perdoar, ajudar o próximo, acolher aquele que está passando necessidade, não discriminar as pessoas, abraçar aqueles que precisam de um abraço, andar junto, ensinar as pessoas sobre o amor de Deus, pregar o evangelho, alegrar-se com os que se alegram e sofrer a dor daqueles que estão chorando, não pagar o mal com o mal, fazer o bem, resistir à tentação etc.

A palavra cristão significa pequeno Cristo. Os discípulos de Jesus foram chamados assim não porque estavam envolvidos com a programação da sua denominação, mas porque suas atitudes revelavam Cristo ao povo. Para isso, foi-nos dado o Espírito Santo. Ele habita em todos aqueles que receberam Cristo. E, quando imitamos Jesus, estamos fazendo a obra de Deus.

Quando, por exemplo, ajudamos alguém com uma cesta básica, estamos fazendo a obra de Deus. Quando visitamos um hospital e levamos uma Palavra de esperança aos enfermos, estamos fazendo a obra de Deus. Quando me compadeço do sofrimento de uma pessoa e compro um remédio para aliviar sua dor, quando aconselho um casal que está prestes a se separar, tudo isso é a obra de Deus.

Lembramos ainda que somos egoístas e prepotentes e que muitas vezes, quando fazemos coisas dentro da nossa igreja, o que esperamos na verdade é a fama, os elogios, as posições de destaque, os cargos e o reconhecimento das pessoas. Então, a verdadeira obra de Deus só vai aparecer em nossa vida quando morrermos para nós mesmos, para os nossos desejos pessoais e para o nosso eu. Por isso, João disse que “é necessário que Ele cresça e que eu diminua” (João 3.30 NVI).

Oração
Senhor, eu Te agradeço por tudo que podemos aprender com a Tua Palavra. Eu Te peço que cada pessoa que ler essa mensagem tenha os seus olhos abertos e entenda o que é fazer a sua obra. Perdoa-nos porque muitas vezes nós nos fechamos dentro das nossas denominações enquanto tantas pessoas continuam sofrendo e precisando do nosso auxílio, e nós nos preocupamos apenas em cantar, dançar e pregar, mais para satisfazer o nosso ego do que para agradar ao Senhor. Oro em nome de Jesus. Amém.

Edvaldo Oliveira é coordenador e idealizador do Ministério Minuto com Deus. É formado em Teologia Ministerial pelo Seminário Cristo para as Nações e em Administração de Empresas. Mora em Belo Horizonte e congrega na Igreja Batista Videira.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.
Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.