A maior prova de amor

Temos a tendência de associar o amor a um sentimento, mas, na verdade, o amor está mais para uma decisão que tomamos

Edvaldo Oliveira - 11/11/2018 10h01

“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Romanos 5: 8).

Deus nos amou de forma incondicional. E este amor talvez seja incompreensível pra nós, porque o nosso conceito de amor é muito limitado. Temos uma tendência a associar o amor a um sentimento, e na verdade o amor está mais para uma decisão que tomamos. Se fôssemos condicionar o nosso amor a um sentimento, ele seria cheio de altos e baixos. Por isso que muitas pessoas se separam ou se decepcionam depois que se casam, pois a convivência torna os defeitos mais evidentes, enquanto que na fase do namoro só percebemos as virtudes.

Embora seja maior do que isso, o amor de Deus tem um pouco a ver com o amor de pai e mãe, que é capaz de morrer por um filho, que não poupa a correção quando o filho precisa ser corrigido, que sofre junto nos momentos de dor e que se alegra junto com as vitórias conquistadas.

A maior benção que poderíamos receber de Deus é o seu amor, manifestado na pessoa de Jesus Cristo. Não são as riquezas, os bens materiais, não é a nossa saúde, nem uma carreira profissional promissora, não são os nossos filhos ou o nosso cônjuge. Enfim, nada que pudermos conquistar nessa terra se compara ao prêmio celestial que vamos receber na glória. Por isso o salmista escreveu que o amor de Deus é melhor do que a vida.

A salvação foi conquistada por Jesus na cruz do calvário, onde ele entregou a sua vida por nós. E, segundo o apóstolo Paulo, numa época em que nós ainda éramos pecadores, ou seja, ainda tínhamos nossas atitudes e nosso comportamento dominados pelo pecado. Essa é a maior prova de amor que alguém poderia dar por nós. Entregar-se à morte por mim e por você, mesmo que nós não merecêssemos.

Todo aquele que conhece o amor de Deus tem uma vida transformada, e fica constrangido por este amor, a ponto de abandonar a vida de pecado e decidir andar em santidade, não por obrigação ou por religiosidade, mas por um sentimento de gratidão, e porque a vida de Cristo é derramada sobre ele, a ponto de Paulo escrever: agora não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim. Você quer experimentar desse amor em sua vida? Abra seu coração e convide Jesus para entrar nele.

ORAÇÃO

Pai, obrigado pelo seu amor, por sua compaixão e pela sua misericórdia. Obrigado por ter enviado seu filho Jesus para morrer por nós, quando ainda éramos pecadores. Nos lava e nos limpa dos nossos pecados. Coloca em nós a sua natureza, e provoca uma transformação em nosso ser, não apoiada pelas amarras da religião, mas uma mudança que seja fruto de um novo nascimento, gerado pelo Espírito Santo. E aqueles que ainda não te conhecem, que essa mensagem chegue até eles, para que possam entregar sua vida a Jesus, e reconhecê-lo como Senhor e Salvador.

É o que eu te peço em nome de Jesus, amém.

ACOMPANHE O MINUTO COM DEUS NO YOUTUBE.

Edvaldo Oliveira é coordenador e idealizador do Ministério Minuto com Deus de mensagens para a internet. É formado em Teologia Ministerial, Administração de Empresas e Marketing. Mora em Belo Horizonte e está à frente da Igreja Ministério Minuto com Deus.

 


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo