Como lidar com uma nova configuração de trabalho?

Dúvida de leitor faz economista esclarecer sobre emprego sem carteira assinada

Como Lidar - 02/03/2018 09h55

“Estou desemprego há um ano e sei que o mercado está ainda com dificuldades de contratação. Mas tive uma oportunidade diferente de todas que já tive. Trata-se de uma empresa que contrata fora do regime CLT. Serei uma Pessoa Jurídica. Não sei se vale a pena. Nem sei a melhor forma de fazer isso. COMO LIDAR com essa nova possibilidade?”.

Fabiano P. – Belo Horizonte, Minas Gerais.

Resposta: Essa é uma ótima pergunta, vale a pena refletirmos um pouco sobre o mercado de trabalho atual e, em seguida tratarmos do caso concreto do leitor.

O mercado de trabalho é dinâmico e estamos vivendo uma nova era no que diz respeito ao trabalho e suas relações jurídicas e sociais. Antigamente falávamos em emprego, buscávamos emprego em uma boa empresa para ficar durante toda a vida profissional. Hoje, isso praticamente não existe. Temos trabalho e não emprego, ou seja, o prazo, o salário, os benefícios e a forma de contratação podem variar de acordo com a tarefa e, possivelmente, nós trabalhadores vamos nos deparar com essa situação algumas vezes durante nossa carreira produtiva. É uma mudança de mentalidade que precisamos assimilar.

Em relação à forma de contratação na modalidade pessoa jurídica penso que seja importante o profissional mensurar os benefícios que ele ganharia se tivesse a carteira assinada (décimo terceiro, férias, alimentação…) e inseri-los mensalmente em sua remuneração, na nota fiscal emitida, assim como não esquecer de inserir o valor correspondente ao INSS que você deverá pagar por fora (via carnê) para garantir seus direitos no que tange à seguridade social.

Essa negociação precisa ser transparente entre as partes. Como vimos, engloba o valor a ser recebido e também as condições de trabalho, horas trabalhadas, local de trabalho se escritório ou home office por exemplo e as metas a serem alcançadas.

É uma nova realidade e precisamos aprender a LIDAR com ela. Boa sorte e bom trabalho!

Fábio Guimarães é economista, formado pela UFRRJ com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC-RJ. Palestrante, consultor e debatedor, atuou por mais de 10 anos como gestor nas áreas de trabalho e renda e desenvolvimento econômico.

 

COMO LIDAR tem o propósito de servir como ferramenta de esclarecimento e apoio aos leitores apresentando perguntas e respostas, sobre variados temas.

Se você tem alguma questão ou dúvida que precise da explicação de um profissional, envie para redacao@plenonews.com.br