Como lidar com o medo de viajar sozinha?

O importante é ter sempre um bom seguro de viagem e planejar previamente os roteiros. Imprevistos sempre vão acontecer

Como Lidar - 12/03/2019 11h03

Comunicação é o essencial e perguntar não faz mal Foto: Pixabay

“Já programei três viagens para fazer sozinha e acabei desistindo por medo. Quais os cuidados que uma mulher deve tomar ao fazer uma viagem sozinha, principalmente as internacionais?”

Rebeca Vilela, Duque de Caxias, Rio de Janeiro.

RESPOSTA:

Olá, Rebeca! Eu sou Juliany, tenho 24 anos e realizei minha primeira viagem internacional com 17 anos. Já viajei para muitos lugares como Itália, Estados Unidos e, atualmente, me mudei para Vancouver no Canadá. Eu vim sozinha para este país e, em um mês, já consegui estabelecer minha casa, contas no banco, etc.

Primeiramente, o importante é ter sempre um bom seguro de viagem, independente de você ser mulher ou não, e planejar previamente os roteiros, sabendo que imprevistos sempre vão acontecer. Geralmente eu pesquiso no Google Maps, antecipadamente, os locais por onde vou passar, o transporte público disponível naquela região, etc. Tenho sempre um pé atrás com táxis de qualquer lugar e sempre dou prioridade ao Uber, caso não dê para usar o transporte público.

Tenha sempre em mãos um telefone com acesso à internet e, para isso, dê prioridade a um plano telefônico ou um chip de viagem. Se você não tem problemas quanto a ficar em albergues, eles são um bom lugar para conhecer novas pessoas que também estejam “turistando” pelo local e até fazer um grupo de amigos.

Costumo usar o booking.com para localizar estes locais de hospedagem e já fiquei tanto em dormitórios femininos como mistos. No caso de quem nunca usou essa modalidade de hospedagem, o feminino é mais interessante. O pessoal geralmente é bem casual e descontraído. Sugiro que veja as avaliações do local antes de fazer a reserva e siga o hotel no Facebook para verificar as avaliações de quem já passou por aquele estabelecimento.

Sobre o fato de você ser mulher, eu acho que tudo vai depender de para onde você estará indo. Não aconselho viajar sozinha para lugares como a Índia, por exemplo. Uma dica legal e que ajuda muito é procurar no Facebook por grupos de pessoas que estejam viajando para o mesmo local e trocar ideias, pedir dicas e tudo mais. Comunicação é o essencial e perguntar não faz mal.

Como eu disse acima em relação à segurança quanto a nós mulheres, tudo vai depender muito de para onde você estará indo. A Europa no geral é tranquilo, assim como a America do Norte.

Tome coragem e, boa viagem!

Juliany Braga começou a viajar sozinha aos dezessete anos, já percorreu alguns países como Itália e Estados Unidos e, atualmente, se mudou sozinha para Vancouver, Canadá.

COMO LIDAR tem o propósito de servir como ferramenta de esclarecimento e apoio aos leitores apresentando perguntas e respostas, sobre variados temas.

Se você tem alguma questão ou dúvida que precise da explicação de um profissional, envie para redacao@plenonews.com.br


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo