Como lidar com o envelhecimento

A prática regular de atividade física para idosos auxilia na prevenção e tratamento de doenças

Como Lidar - 07/01/2019 14h21

“Tenho 62 anos e gostaria de praticar algum esporte, mas não sei o que seria ideal para a minha idade. Além disso, muitas academias não têm atividades voltadas para idosos. Como posso me exercitar sem depender disso?”

Deise Cardoso, Sepetiba, RJ

RESPOSTA:
Olá, Deise. O envelhecimento ativo é de extrema importância para a qualidade de vida e longevidade. A prática regular de atividade física para idosos auxilia na prevenção e tratamento de doenças associadas ao envelhecimento, prevenção de quedas, aumento da autonomia nos afazeres diários e contribui para a socialização.

Infelizmente, não são todas as academias que oferecem serviços voltados exclusivamente para idosos ou, quando oferecem, deixam a desejar. A procura por uma atividade física ideal depende do seu histórico médico e do seu histórico de práticas corporais. Ou seja, se possui alguma doença como pressão alta, diabetes, problemas articulares, problemas na coluna, etc., e se já praticou alguma atividade física ao longo da sua vida.

As atividades físicas que costumam ser ideias para os idosos são as de baixo impacto e de intensidade leve à moderada, mas não é uma regra. A hidroginástica, o pilates, a musculação, a caminhada e o treinamento funcional voltados para essa faixa etária são ótimos, pois trabalham com os grandes grupos musculares do corpo e as atividades cardiorrespiratórias.

Uma forma de se exercitar sem depender das academias ou de atividades exclusivas para idosos, é a caminhada diária, somada a exercícios básicos de musculação. Eles podem ser adaptados para sua casa, utilizando cabo de vassoura, garrafinhas d’água, uma cadeira, um colchonete, subir escadas, etc. É necessário e obrigatório que seu médico(a) seja informado(a) de qualquer atividade física que irá começar, para que lhe dê atestado médico. O acompanhamento de um profissional de educação física é importante, mas não obrigatório. Tudo depende do seu repertório de práticas físicas.

Esli Oliveira é professora de Educação Física formada pela UFRJ, trabalha na SEEDUC e atua no Projeto Vida Ativa da Primeira Igreja Batista em São João de Meriti.

COMO LIDAR tem o propósito de servir como ferramenta de esclarecimento e apoio aos leitores apresentando perguntas e respostas, sobre variados temas.

Se você tem alguma questão ou dúvida que precise da explicação de um profissional, envie para redacao@plenonews.com.br


Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158