Leia também:
X #20 TV x Internet: Uma competição injusta

Mesa posta: Lugar de acolher relacionamentos!

A mesa é um lugar de intimidade e alegria

Bia Sartori - 18/09/2020 14h12

Confesso, que ainda estou completamente destreinada no quesito contato social mais próximo! Por ter ficado afastada por quase seis meses, em um local tranquilo, naturalmente mais pacato, não treinei as habilidades necessárias para me relacionar no mesmo volume de contatos que meu trabalho exige. Essa coisa de tira máscara, põe máscara, álcool gel… sensação esquisita!

Sempre tomava todos os cuidados, e uma vez por semana o cadeado do portão era tirado para uma saída de 40 minutos para comprar suprimentos. Aí, mais uma semana e tudo se repetia. Agora, preciso repetir o número de vezes por dia, o ritual que fiz ao todo em vários meses!

Mas, por outro lado, sentimos falta dos nossos relacionamentos. Aquele encontro, colocar a prosa em dia, seja na mesa do café, na loja, no restaurante, na empresa ou na praça! Nada substitui esse olho no olho! E fazemos o que podemos, então!

E é sobre esse acolher na alma, que a mesa ganha destaque! A primeira visita em casa pede mesa arrumada com cuidado: sousplat, louça especial, copos de cristal, cardápio para agradar quem chega! Lembrei-me de um conselho de uma amiga especial e minha professora de inglês, que infelizmente já não está mais conosco. Era uma mulher simples, mas elegante. Sempre tinha um cantinho da mesa preparado com cuidado para um chá durante a aula.

Um dia, comentei elogiando o capricho e ela me disse: “Nem sempre foi assim. Me perdi, morando sozinha, com pressão de horário do trabalho, chegava cansada, fazia alguma coisa rápida para comer, e um dia me assustei: sentada em frente à TV, comendo na panela! Dalí em diante tive um compromisso comigo, jamais comeria sem arrumar a mesa!.” Aprendi uma lição!

Cresci em uma casa que recebia: primos, tios, amigos, jantares com pessoas de relações de trabalho do meu pai. Minha mãe sempre uma excelente anfitriã, preparava e organizava tudo. Adorava “ajudar” nessa parte! Já retirar, lavar e guardar… hum, deixa para lá!

Lembro das ocasiões especiais, dos aniversários de casamento deles, mesmo na simplicidade da mesa da copa, tudo preparado com muito cuidado. Hoje, consigo enxergar que fui treinando meu olhar para o belo. E o belo sempre está envolvido com relacionamentos.

Uma história diferente da minha, encantadora e com algumas semelhanças, é a da minha amiga Regina Saques, cozinheira, boleira, quituteira profissional, e acho que fotógrafa também! Todas as fotos dessa matéria são dela! Perguntei para ela como começou essa paixão por mesas postas, e ela me contou: “A minha inspiração, foi uma amiga inglesa muito querida. Eu frequentava muito a casa dela, quando me casei. Tinha 20 anos e ela foi a primeira amiga que fiz na cidade. E como uma boa inglesa, sempre me servia, nem que fosse só uma xícara de chá, mas a mesa ou carrinho de chá era impecável!

A mesa é um lugar de intimidade, sempre convido as pessoas que me fazem bem, isso me traz alegria. É um lugar onde podemos olhar olho no olho, enquanto degustamos e saboreamos desde um prato mais simples, ou mesmo o mais elaborado. Os arranjos, muitas vezes, são feitos com flores do meu jardim. Uma mesa posta por mais simples que seja a refeição, um cafezinho com uns simples biscoitos, valoriza a refeição!”

Como ela, eu também gosto de receber. Estou bem destreinada! A Regina me contou que gosta de receber também, e mesmo sendo só ela e o marido, gosta de arrumar a mesa. Mas com a pandemia, ela fazia questão de arrumar com mais capricho, pelo fato de não poder sair de casa, assim tornava os finais de semana diferentes, almoços ou cafés da tarde “fora” de casa.

Já disse em outros posts sobre fazer o que dá, o que está ao nosso alcance. E algumas atitudes simples aliviam os pesos, contribuem com uma atmosfera mais alegre, colorida e perfumada. A neurociência já comprovou os efeitos de bem-estar e relaxamento dos ambientes acolhedores. Aproveite a ocasião, provoque boas sensações. Até os mais desapercebidos vão se beneficiar. Afinal, estamos aqui para fazer diferença para os outros!

Bia Sartori , designer de interiores formada pelo SENAC e pós-graduada pelo IPOG; personal organizer formada pela OZ!, pedagoga com especialização em Orientação Educacional pela PUCC.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.