Leia também:
X 3 erros perigosos que as pessoas mais cometem em suas finanças

Geladeira: Nosso “armário” refrigerado!

É importante que todos os usuários da geladeira continuem a devolver os alimentos no local adequado

Bia Sartori - 20/11/2020 12h09

Em 1856, temos o registro de que um australiano, de nome James Harrison, que criou uma máquina para refrigerar a cerveja, enquanto ela era fabricada e também para a indústria de carne processadas. Na mesma época, também surgem vagões refrigerados para transporte de carnes. Somente em 1913, o sistema de refrigeração teve fabricação para uso doméstico. E em 1927, a General Eletric se firmou como fabricante de refrigeradores domésticos.

Aqui no Brasil, temos o registro de 1947, de uma pequena oficina em Brusque (SC), que iniciou a fabricação dos refrigeradores. Depois, mais tarde, com o incentivo de um comerciante da cidade de Joinville (SC), fazem uma sociedade, que mais tarde, originou a fábrica de refrigeradores Consul.

Hoje, temos refrigeradores de todos os tipos, cores e tamanhos. Mas, todos eles precisam, também, passar pelo processo da organização facilitando encontrar os alimentos e controlando o desperdício. O ideal é que vejamos todos os alimentos setorizados aproveitando a temperatura adequada recomendada pelo fabricante.

Vamos contar com a generosa colaboração da Magda Veiga, personal organizer, para seguirmos um roteiro prático de organização do nosso “armário refrigerado”. Para começar, retire tudo da geladeira, limpe por completo e já faça um descarte conforme o prazo de validade.

Na prateleira superior, onde a temperatura é menor, devem ficar os laticínios e algumas bebidas. Existem cestas ou bandejas, para acomodar miudezas, como os potes de iogurte. É muito importante que esses acessórios sejam vazados, para facilitar a circulação do ar, mantendo o resfriamento dos alimentos. As massas frescas também podem ficar neste setor.

Algumas geladeiras tem um compartimento que se chama extra frio, geralmente é uma gaveta destinada para armazenar frios, manteigas ou até mesmo bebidas que exigem uma temperatura mais baixa.

Nas prateleiras centrais, colocamos os alimentos que tem maior durabilidade. São os alimentos já processados, temperados e cozidos, ou suas sobras devidamente acondicionadas.

Na terceira prateleira, colocamos ovos em recipiente de plástico ou acrílico, evitando que eles sofram qualquer dano. Também pode ser colocado frutas e verduras. Algumas geladeiras têm gaveteiros específicos para frutas e outro para verduras, dependendo do modelo. Mesmo dentro de gavetas, os legumes devidamente higienizados podem ser acondicionados em potes quadrados, facilitando a organização.

Falando em potes, aconselhamos o uso do vidro, quando se trata de alimentos que vão ser esquentados no micro-ondas, facilitando o cotidiano. Já os de plástico, são excelentes para acomodar as folhas higienizadas, centrifugadas, intercalando papel toalha em cada camada.

Na porta da geladeira, ficam bebidas em garrafa, latas ou caixinhas. Temperos e molhos também podem ficar nesta parte, pois facilita o manuseio. Como há várias divisões, pode setorizar uma para doces, e outra para salgados.

Quando chegamos no freezer ou congelador, também seguimos regras. Alguns modelos te portas com divisórias para deixar aqueles alimentos de maior uso. É muito importante que tudo seja etiquetado com sua validade e tipo de alimento, pois se estiverem fora das embalagens de origem, não há como identificá-los.

As cestas vazadas também servem no freezer, para acondicionar pacotes e envelopes menores, setorizando por tipo de alimento. E as dicas usadas no armário da despensa também vale aqui. Compras recentes vão para o fundo e alimentos com vencimento mais próximo, ficam mais à vista.

Separe a armazenagem dos alimentos crus, em menores porções, dos alimentos processados e cozidos. Assim, facilita encontrar o alimento pronto para consumo daquele ainda que deve ser preparado.

É importante que todos os usuários da geladeira continuem a devolver os alimentos no local adequado.

Bia Sartori , designer de interiores formada pelo SENAC e pós-graduada pelo IPOG; personal organizer formada pela OZ!, pedagoga com especialização em Orientação Educacional pela PUCC.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.