Leia também:
X Satanás anda pelo mundo afetando mentes

Cozinha: lugar de preparar a comida, nutrir a vida e os afetos

Hoje, a cozinha tem lugar de destaque na lista dos desejos da maioria das pessoas

Bia Sartori - 22/05/2020 09h36

Hoje, a cozinha tem lugar de destaque na lista dos desejos da maioria das pessoas, mas nem sempre foi assim! Desde a Antiguidade, até pouco tempo atrás, a cozinha era separada da casa, ou nos fundos, perto do local de estoque de provisões. Ocupava um local menos nobre, por causa do fogo, fumaça e principalmente pelos escravos que faziam todo o serviço.

Quando a água chegou através de encanamentos rudimentares, a facilidade de lavar e limpar alimentos e utensílios, acabou trazendo a cozinha, cada vez para mais perto da casa. E com a abolição da escravatura, muitas “donas” passaram a cuidar deste espaço. Com a industrialização e mudanças profundas na sociedade, cada vez mais, a cozinha virou lugar de convívio íntimo da família.

Com a modernidade, chegaram eletrodomésticos para facilitar todos os processos e a vida corrida, acabou deixando a cozinha somente com a função de armazenar, preparar e comer. E essa pressa, acabou refletindo no pouco uso da cozinha. Entraram alimentos congelados, industrializados, micro-ondas, bancadas para pequenas refeições e menos circulação de pessoas. E os espaços foram reduzindo, até o mínimo necessário!

Começamos o projeto da cozinha, definindo as áreas de armazenamento (armários, refrigerador e freezer), preparo (pia e bancadas) e cocção (fogão, forno e micro-ondas). Essas áreas precisam ficar alinhadas ou em formato de triângulo, facilitando a movimentação do processo. Quando possível, acrescentamos a área destinada para refeições.

Em algum momento, houve um despertar para a importância de se relacionar, de se alimentar bem, de acalmar o tempo acelerado. E aos poucos, cozinhar passou de necessidade para hobby, momento de relaxamento. Receber, passou envolver o processo de preparação da refeição e a necessidade de acomodar mais pessoas nestes momentos. Acabou por derrubar paredes e uniu cozinha e sala de estar.

“Neste projeto busquei reunir elementos que transformam a cozinha em destaque, com portas almofadadas modelo country e puxadores em concha. O uso das cores e acabamentos dão o visual aconchegante, que remete às memórias afetivas“, diz Ana Meira, especialista em cozinhas, da HouseDesign.

Mesmo espaços bem reduzidos, permitem esta união de ambientes e funções. E agora, estamos na era do espaço gourmet. Um nome sofisticado, que reflete o desejo do aconchego dos tempos antigos, onde conversas, aromas e sabores se misturam.

Muitas pessoas ainda guardam na memória a casa dos avós, os aromas das refeições sendo preparadas desde cedo, a movimentação constante acompanhando o crescimento da família. E o nosso comportamento, mais uma vez, modifica nosso morar. Seja em um espaço pequeno ou grande, o que importa é adequar a função ao modo de usar a cozinha, de acordo com o estilo de cada um.

Bia Sartori , designer de interiores formada pelo SENAC e pós-graduada pelo IPOG; personal organizer formada pela OZ!, pedagoga com especialização em Orientação Educacional pela PUCC.
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.